segunda-feira, dezembro 22, 2008

Festa

Atenção, Atenção...

Essa é para quem foi ficar lembrando e pra quem não foi sentir arrependimento!!!

Foi show!! 13/12/2008 no palácio Marçal - Comemoração dos meus 26 aninhos + inauguração do Palácio!! Obrigado a todos que ajudaram a preparar esta bagunça e a todos que participaram dela!!


Aniversário + Inauguração da Casa

O Fabio da guarita do prédio falou dia seguinte: - Muitos amigos hein "seu" Leandro... hahaha... boa frase... graças a Deus! Foi um sucesso não foi??

Ainda estou terminando de fazer o "upload" das fotos, portanto se não achou alguma, calma, entre daqui alguns dias que você acha! (internet discada é dose... )

Abraço,

Leandro Marçal

Frase para Reflexão

“A corrida para a excelência não tem linha de chegada”. (David Rye, escritor norte-americano)


sexta-feira, dezembro 19, 2008

Lenda da minha infância III

Aproveitando a época de Natal, vou postar uma lenda de Natal...rsrs.

Lenda da minha infância III:

Há muito tempo atrás quando telefonia pertencia a uma empresa estatal e era muito caro, na minha rua eramos uns dos poucos a ter telefone e em uma época de natal (não lembro o ano) o telefone tocava e sempre era pra um vizinho, e meus irmãos sempre atendiam e avisavam minha mãe que era pra alguém e ela, tinha que parar o que estava fazendo pra ir chamar o vizinho.
Certo dia Dna Maura anunciou, - Quem atender o telefone, é responsável por chamar a pessoa a quem se quer falar...

Passados alguns dias e ninguém queria atender o telefone, que morria de tocar... como os sábios irmãos Marçal fizeram para resolver o problema? Lê... atende o telefone filho pode ser o Papai Noel...

E o pentelho aqui claro, não saia pra chamar vizinho, quem saia era a Dna Maura que ficava com dó do filhinho (acreditem um dia fui pequeno..rs)
Pronto! Resolvido... o telefone tocava e lá estava eu voando pra atender.
Passaram algumas semanas e... nada do papai noel ligar.

Velho chato né? Ligava a familia da vizinhança inteira, mas o papai noel não, tá louco...
Chegou a véspera de Natal e o Leandrinho não queria mais atender o telefone, cabisbaixo que o papai noel não ligara.

A saída que arrumaram foi comprarem um "carreira de fichas" e mandar meu pai pro orelhão... lá se foi "seu Custódio"...

O telefone toca... toca... e nada de eu me animar pra atender, ficou minha irmã e minha mãe na sala, atende... deve ser o papai noel, Leandrinho... nada.. ele não vai me ligar... atende que é ele... fui eu e pronto atendi.

Dizem que por algum tempo se ouviu: - "fazo".. "não fazo".. - "tá bom papai noel"... - "vou papar tudo papai noel"... e a cabecinha balançando.

Quando desliguei o telefone, correram novamente pra sala, e aí quem era??
Resposta aos 4 anos!!
- Era o meu pai, fingindo que era o papai noel... hahahahaha...

Dali 10 min chega ele, todo feliz que tinha me enganado... e quem foi enganado foi ele... hahahahaha...

quarta-feira, dezembro 03, 2008

Estorinha do Peixe

Em minhas loucuras às vezes me imagino um ser desconhecido, destes que você olha na rua e não sabe o nome nem de onde veio... e fica pensando qual seria a história de vida daquele ser que compartilha comigo o mesmo logradouro.

Em momentos também olho os objetos, e me pego pensando quantas pessoas utilizaram-no e qual foi o benefício que trouxe sua utilidade. Qual seria portanto seu fim quando esta utilidade acabasse ou se tornasse obsoleto a tal ponto que não valesse mais a pena utilizá-lo.

Que tal os animais? Com aqueles olhares cativantes, ações carinhosas em troca de afagos ou comida.
O que pensam? Será que imaginam nossos “donos”, será que tem imaginação? E sonhar? Será que eles sonham? Enxergam colorido ou Preto-e-branco? Já ouvi dizer que conseguem ver fantasmas e até nossa alma.
Que sentem cheiro de nossos medos e chateação...

Pensar nas plantas e nos outros seres vivos... uma amiga tem um relato de planta que era apaixonada por um peixe, e ela conta isso de forma tão convincente que um dia acabará por convencer.
Será que as plantas sentem dor? Calor? Frio? Será que pensam (ou se apaixonam??)
Será que os peixinhos dormem? O que será que os peixes pensam? Será que eles pensam?

Vou de peixe hoje...
Supondo então que pensam quando vêem um humano lá em baixo mergulhando acho que pensariam... sabia que eles existiam... chamem a mamãe, o papai, todos que puderem, eu vi... não estou louco... chamem os jornais a TV, atenção todas as espécies, você ainda vão dizer que é montagem minha, mas presenciei... eles chegaram... vão nos dominar... alôôô pessoal dos sete mares venham ver...

Os seres que vivem lá em cima naquele planeta onde se matam por terem cores diferentes, falarem outra língua, ou por um mal que chamam de dinheiro, eles que se julgam “superiores” e destroem aquilo que os mantêm vivos...
O peixe-companheiro diria, “nunca antes na história desta corrente marítima” foi visto um destes, acho que a crise atravessou o Atlântico né? Estão vindo pra cá é porque acabaram com tudo lá em cima...

Olha lá... o ET-humano está se mexendo... ele solta bolhas!! (...)enquanto ficava maravilhado pensando naquele bicho estranho e curioso no meu planeta(...)
- ai ai... GLUP... iihh... ficou escuro aqui, acho que fui devorado por um peixe de outra espécie, virei comida... é... como diria um cantor que não lembro o nome agora “aqui em baixo as leis são diferentes”, bobeou já era...

Aqui não tem rico, não tem pobre, não há lucros ou poupança, consumimos somente o que temos e a violência se resume a não sermos comidos, ou chegar logo no plâncton flutuante antes que outro peixe mais rápido leve ele embora...
Matar?Somente nossa comida... e isso já é muito...

Quem são os seres inteligentes? É... acho que os peixes pensam.

Ah, se você leitor não lembrou o nome do cantor, é biquíni cavadão, na letra da música Zé Ninguém.

terça-feira, dezembro 02, 2008

Declare Guerra!! - Protesto contra a propaganda




(clique na imagem para ampliar)

Pois é...

Não acredite em tudo que vê na TV ou que lê por aí, NÃO ACREDITE em tudo que dizem que faz bem, ou faz mal...

Esse anuncio aí (encontrado no mom´s basement), com um artista famosa que até viveu em terras tupiniquins (http://pt.wikipedia.org/wiki/Janet_Gaynor), dizia que o cigarro protegia a garganta com uma fumaça light... é mole? Antigamente o cigarro fazia bem... (assinado pela "madonna" da época)... e ninguém desmentia não... tinha anuncios até de dentistas (pasmem dentistas!!!) falando bem do cigarro!!

Lendo essas coisas fico a pensar como somos ingênuos em acreditar nas propagandas, nos anuncios criativos de marqueteiros milionários!! ok... a propaganda da "experimenta.. experimenta.. experimenta" foi legal!! Entre tantas outras...

Por causa de propagandas como essa que esta "praga" está irradicada na cultura, disseminada, destruindo pulmões e vidas saudáveis, as nossas, de amigos e parentes.

Me revoltou ouvir minha amiga contando sobre o avô que está mal por causa do cigarro - efizema pumonar -, um senhor bacana que tive o prazer de conhecer...
Em casa não temos cachorro, mas se tivessemos ele fumaria, todo mundo fuma em casa, meus dois irmãos fumam, eu luto contra essa vontade, essa porcaria todos os dias, já fiquei sem fumar durante anos, mas nunca sem ter vontade!! (atualmente estou segurando a onda novamente)

Tudo isso por causa da popularização, culpa dos marqueteiros, os mesmos que elegeram o barbudo que vive do outro lado do atlântico onde a crise não chega!!

Mas isso é assunto para outro post... enfim a vida é assim mesmo, atenção com as propagandas no final de ano... o papai noel não mora no center-norte, se você usar axe as mulheres não sairão te agarrando (eu já experimentei..rs), tampouco se usar close-up irão sair te beijando!!

E o CIGARRO NÃO PROTEJE A GARGANTA!!!



...Chega de passar a mão na cabeça de quem te sacaneia!! (...) - Declare Guerra!! (letra abaixo)






Declare Guerra - Barão Vermelho

Vivendo em tempo fechado
Correndo atrás de abrigo
Exposto a tanto ataque
Você ta perdido

Nem parece o mesmo
Tá ficando pirado
Onde você encosta dá curto
Você passa, o mundo desaba

E pra te danar
Nada mais dá certo
E pra piorar
Os falsos amigos chegam
E pra te arrasar
Quem te governa não presta

Declare guerra aos que fingem te amar
A vida anda ruim na aldeia
Chega de passar a mão na cabeça
De quem te sacaneia

Vivendo em tempo fechado
Correndo atrás de abrigo
Exposto a tanto ataque
Você ta perdido

E pra se ajudar
Você faz promessas
E pra piorar
Até o papa te esquece
E pra te arrasar
Nem o inferno te aceita

...Chega de passar a mão na cabeça de quem te sacaneia!!



quinta-feira, novembro 27, 2008

EU VOU... Completar a São Silvestre


Essa é minha meta!!

Completar a São Silvestre... já estou fazendo o percurso mental:

Largada tumultuada na Paulista, aquela festa e dentro de mim a alegria transbordando junto com o suor naquele calor que é dia 31/12...

Passo a linha de largada e continuo junto a todos até o primeiro km na descida da Consolação, a multidão começa a dispersar, ainda inteiro e vibrante desço a Consolação e sigo pela Ipiranga, na virada da praça da republica reclamo internamente do calor e economizo perna pra subida do elevado,

No km 5 lá em cima do elevado começo a sentir que a lingua está se alongando, e aproveito a descida do final do elevado pra pegar mais um fôlego até o sétimo km no Memorial da América Latina, entro na Rudge subida pesada, vamos lá KM 9...

Cadê minha lingua, aff.. tá arrastando lá no km 7 no Memorial, ainda tá curta, vamos que dá... aproveito a descida da Av. Rio Branco e pego uma água no posto de hidratação, a lingua volta ao lugar, respiro até o km 11 no largo do paissandú quando tomo coragem e subo o viaduto do chá, até o km 13 na subida da Brigadeiro, olho e penso em desistir, cadê minha lingua??
...

vixe... alguém achou ela está sendo pisoteada ainda no viaduto do chá... eita...

Encho o pulmão e vou na Brigadeiro, um passo de cada vez, estou sabendo que o Vanderlei Cordeiro de Lima venceu a prova faz 2 horas e eu ainda aqui na subida, o pessoal do lado de fora incentiva, eu no meu trote, sem perna e sem pulmão... arregando... arf... arf... puff.. pufff... fico me xingando internamente, seu fraco... não vai desistir agora... e vou superando cada passada...

Faço a virada da Paulista, totalmente molhado de suor... começo a sentir a energia da chegada... cadê minha superação? olho pro céu... peço ajuda a Deus e um balão de oxigênio... maldito cigarro... passo a chegada com lágrimas nos olhos, e desabo... agradeço a Deus, pego uma água e procuro alguém pra me carregar pra casa... será meu troféu de ano novo!!

Ok... na Brigadeiro parece ficção científica, se for o caso subo andando mesmo...rsrs...


segunda-feira, novembro 24, 2008

Campos do Jordão - Aluga-se


Apartamento de uma amiga, excelente lugar para o final do ano... pra quem quer fugir deste calorão típico da época também é uma boa!!


Leandro




ALUGA-SE APTO CAMPOS DO JORDÃO
finais de semana, temporada e feriadospasseios, cavalos, paz e sossêgo.
E... MUITO CHOCOLATE!

apto todo mobiliado, bairro vila inglesa
2 km do centrinho,10.000m área verde com jardim e churrasqueira
3 dormitórios, 2 banheiros, aquecimento central.
acomoda 8 pessoas.
falar com Hélide no: 47024361/85517447
ou no e-mail helide07@uol.com.br

HERANÇA...


Deitado em seu leito de morte, Salim chama o seu filho mais velho, tira um antigo relógio do bolso com dificuldade e diz:
- Filha meu... Papa tem pouco tempo... Está vendo este relógio aqui?
- Sim, papa... responde o filho, com lágrimas nos olhos.
- Ele era do minha bisavô! - continuou o pai.

- Depois ele foi bassado bra meu avô... depois bra meu papa... depois bra eu...

- E agora chegou seu vez... quer comprar?

sexta-feira, novembro 21, 2008

Controle Remoto

- Reforma chata no vizinho e você querendo dormir até mais tarde? Aperta o mute!
- Assunto chato? Amigo Bêbado? Mude de canal!
- Segredinho interessante, curiosidade, papo de corredor? Aumente o volume!
- Aquela bonitona? Dê um zoom!
- Ela te deu bola? Adicione aos favoritos!
- Escândalo? Abaixe o volume!
- Trânsito? Aperte o foward!!
- Está apagado? Aumente o Brilho!
- iiihhh a vida está cinza? Fuçar sem dó nas cores te fará bem!
- Bateu saudades? Canal de vídeo e assista novamente!
- Sem imaginação? TV a cabo!
- Imagem ruim? Procure no menu Sintonia fina! Vai ficar show!!
- A imagem não melhorou? É... acho que sua antena está com problemas...
- Bateu o sono? Melhor programar o sleep.

Bom... vou apertar o desligar e ficar olhando a luzinha do stand by!!

quarta-feira, novembro 19, 2008

Ayrton Senna Racing Day


(foto de Paulo Uras)

Zé, Leandro e Gustavo - 3 integrantes do Octeto: Equipe Velozes e Furiosos... rs... (mas tá mais pra devagar e sempre... hehe)


Há alguns meses ando nesta febre de corridas... esta última foi muito boa...

Alguns amigos do banco me chamaram para uma maratona, estilo revezamento... achei o máximo, foi a primeira vez que me senti um corredor com este pessoal que corre pra valer.
Final de semana passado avisei minha familia, os convidei pra acompanhar minha corrida e não se empolgaram muito com a idéia de acordar cedo, aguentar o sol quente, etc...
Pois neste sábado, avisei que não ia ficar em casa com eles e ia correr no solzão do meio-dia, aí que desanimaram mesmo... até que contei que ia ser no autódromo... foi então que tudo mudou, eles se organizaram e até um amigo foi dormir em casa para ir no autódromo domingo comigo, todos torcendo por mim na corrida... e claro... aproveitando a oportunidade de conhecer o autódromo né? rsrs...

Assim como eles eu também não conhecia o autódromo de interlagos, e passei a conhecer cada pedacinho da pista... (isso mesmo, corri na pista onde passam os carros de F1).
Já tinham me avisado correr 5,3km parece fácil pra quem corre 10km de costume, porém o circuito é quase todo de subida. Me espantei com este aviso, pois na TV o autódromo sempre me pareceu plano.

Sabado a noite, tomei só água.. nada de abusar... acordei fazendo bagunça, juntei a turma, e fomos... a Cé, o Nino, o Cleiton e Eu.. rumo a interlagos, do outro lado de SP...
Dificuldade pra achar o portão certo, mas logo entramos, quanta gente... 5,5 mil pessoas foi o divulgado pela organização... um sol de rachar...

Tomei um banho de protetor solar e subimos, passamos nos boxes onde estavam acontecendo os revezamentos, e subimos pro Paddock, muito legal...
Foi a primeira corrida que compareci onde havia tenda do Santander... uau... café da manhã, massagens, gatorade a vontade... foi show... parabéns aos organizadores.

Peguei meu kit, coloquei a camiseta do Santander, que ficou apertadinha no pequenino aqui... a Cé fez uma sessão de fotos, e fomos conhecer o autódromo... show... estava me sentido "O VIP".. rsrs... visitamos os boxes (claro que não tinha nada, mas a imaginação corria solta) e parte do autódromo que dava pra ver do Paddock.

Conversei com o pessoal (momento da foto), e deixei a turminha bagunçando, o Cleiton e o Nino foram aprontar por aí, levaram gatorade para fotógrafa que estava na pista, e depois compraram cerveja e ficaram fazendo inveja pros corredores saudáveis que estavam passando.. - vai um gole da gelada aí amigo? - malandros né? Sementinhas do mal estes dois..rs... O Cleiton mandou uns 40 sms que estava no autódromo em São Paulo (ele é de Santa Catarina), parecia uma criança...rs.. dizem por aí que é meu irmão mais novo.. hehe... é como se fosse mesmo!!... pelo menos no quesito animação estavámos bem parecidos...

Aproximando a hora da largada, o prof. de educação física que estava a nossa disposição (Thiago - gente boa), ajudou com uns alongamentos e fui pro box 14 esperar o Gustavo, que era o 7º no revezamento... logo ele chegou, me passou a pulseira e fui... mandei bala... passei a largada e desci puxando forte no "S" do Senna (que na verdade parece um "B" pois está entre duas curvas), aproveitei o ventão... fiz o primeiro km, em 3,5min... segui no ritmo forte... mas o sol judiava... peguei água no ponto de hidratação, mais interessado em usar pra me refrescar do que pra beber...

Primeira subida, respirei fundo e fui com todo gás... subi legal... reta curta e outra subida... ai meu Deus, essa cansou... o rendimento caiu... me recusei a andar apesar de estar quase andando.. passei o km 2 e estava ficando cansado... o sol judiando... tinha um ponto de hidratação de gatorade.. o pé grudento no asfalto... aproveitei um pouco do gatorade, e parti pra outra subida... ofegante passei o km 3, e peguei outra água, joguei na panturilha e no tennis pois estavam queimando...

A última subida foi de matar... corria com a língua de fora lembrando da frase do Galvão Bueno - e o Glock não aguentoooouuu... depois da subida, com a lingua arrastando no chão, fui pra reta de largada/chegada observando a marca no chão de onde saem os carros... me senti "O VIP" novamente... fui curtindo cada passada... pingando e pensando no lugar onde estava... fiz a curva do retorno e entrei na reta dos boxes... a lingua ainda estava arrastando lá na subida... morto... que calor... tomei o último gole d'agua e parti pra chegada... no km 5,3... passei, agradeci a Deus e... olhei no relógio (28:58 min) a marcação oficial deu 29:19 sei lá porque...

O circuito era de 5,3km mas muito pesado, no sol do meio dia então, mais pesado ainda...rs... fiz um tempo muito bom, feliz comigo mesmo, e espero superar a marca ano que vem.

Peguei a medalha e fui dar um beijo na Cé... e procurar os fanfarrões que estavam dando rolê por aí...

O Cleiton já se empolgou disse que a próxima não vai só assistir vai correr também. O Bruno que correu a Fila, se inscreveu em outras duas... estou formando uma comunidade...

Agenda de Corridas:
23/11/2008 - 10km - Samsung
06/12/2008 - 10km - Reebok - Cristmas Run
14/12/2008 - 15km - 42º PROVA PEDESTRE SARGENTO GONZAGUINHA
31/12/2008 - 15km - 84ª CORRIDA INTERNACIONAL DE SÃO SILVESTRE - 2008

Esta última é meu sonho... minha meta... publicarei alguma coisa sobre ela em breve...hehe...

E você vamos correr?

terça-feira, novembro 18, 2008

Lendas da Infância II

Vou repetir a foto, já que fez sucesso..rs.


Um dia nestas ações sociais fomos visitar a AACD, comprar um tênis lá e ajudar a causa nobre...
Aquele bando de crianças da vizinhança correndo pra lá e pra cá...e as mães procurando um tênis do gosto de seus pimpolhos.

Até então, Leandrinho serelepe estava quieto, mas resolveu correr e brincar com as demais crianças...


Passado algum tempo volta Leandrinho voando em prantos, desesperado...
-Mããããããeeeeee vamos embora daqui agora... vamos embora...

Dna Maura: - que foi meu filho...
-Mãããã - Mããeeeeeezinhaaaa vamos embora daqui por favor...
- Eu.. Eu vi na salinha ali atrás...
- Aqui eles cortam as pernas das criancinhas...

hahahahahahahaha... um pouco de humor negro, mas diz a lenda que foi assim...
Leandro Marçal

quinta-feira, novembro 13, 2008

Fila Night Run

Há algum tempo que venho lutando para correr e fazendo apologias a meus amigos para me acompanharem.

Quem conhece este blog, sabe de minhas corridas, estão aí... para quem deseja acompanhar a vida de um corredor amador.

Quando fiquei sabendo da existência de corridas noturnas, me deu vontade de participar de alguma, apesar de ter mais energias pela manhã.
Me inscrevi na Fila Night Run, evento do dia 08/11/2008 na USP, mas não antes de encher o saco dos amigos próximos para me acompanharem. Convenci o Bruno, camarada gente boa (e não corredor) do banco.

Estranhei o Kit ser retirado no iguatemi e o final de semana estava realmente corrido, porém tive que dar um jeito de ir retirar e pagar a fortuna de estacionamento. (Salim acha dinheira mal gasta pagar pra deixar a carro parada... hehe)...
Estava um baita pé d'agua e corri pro iguatemi, porém infelizmente não deu tempo de retirar o kit era até as 15:00 e cheguei eram mais de 16:00... sem problemas lembrei do dia feliz e não deixei o fato estragar meu dia, fui assim mesmo.
O Bruno me encontrou no metrô e fomos no carro dele, um baita transito pra entrar e estava impossível de conseguir uma vaga, achei a organização falha, foi de longe a corrida mais mal organizada que conheci, porém ainda assim estava animado para ver meu desempenho de "pulmão limpo".
Finalmente conseguimos estacionar e fomos para a largada, nossa... tinha tanta gente que nem conseguiamos identificar o que ia acontecer, não dava sequer pra fazer o habitual alongamento antes da prova,

Aos trancos e barrancos largamos...
Me despedi do Bruno que ia correr os 5km e fui pros meus 10km...
Comecei acelerado, ritmo bom 5 min a cada KM, estava um friozinho e o caminho mal iluminado, passei pelo KM 1 sem tomar conhecimento, parti pro segundo km por onde passei praticamente sem transpirar... estava feliz com meu novo pulmão... neste momento a galera começava a gritar gol dos bambis... foi estranho ver aquela energia de todos correndo e comemorando gol do SPFC... como sabem sou corinthiano, mas achei legal...
Fui feliz pro terceiro km onde já estava aquecido e começando a pesar a falta de treinos, passei pela divisão da corrida de 5 km e da corrida de 10 km, peguei uma água no pranchão, molhei a boca e segui firme, no quarto km onde normalmente estaria cansando... estava inteiro... que beleza... o ritmo continuava bom 5 min por km... passei pelo km 5 onde tinha muito espaço, fiz a volta na praça do cavalo que estava linda, e diminui o ritmo pro km 6, as pernas estavam reclamando, e neste momento alguém gritava... acabou, acabou... havia terminado o jogo das meninas do morumbi contra a portuguesa e pelo visto estavam passando sufoco... lembrei do Bruno que é São Paulino... deveria estar feliz...
No km 7 peguei uma água e bebi de verdade, joguei um pouco no rosto e na nuca para refrescar, estava um calor bacana tipico de novembro... iniciava a alvarenga e era uma subidinha, hidratado fui com vontade... as pernas reclamando da falta de treino, e o pulmão agradecendo...
No final da subidinha olhei pra trás pra procurar a lingua e pra minha surpresa ela estava na boca.. não estava arrastando.. nossa!! Que legal... a esta altura já deveria estar com a lingua no chão...
Passei pelo km 8 reclamando e pedindo pra acabar logo... inicava a ficar realmente cansado... tinha fôlego e não tinha perna... p-p-utz!! Devia ter treinado.. ai meu Deus.. como será semana que vem, onde será uma corrida de revezamento com o pessoal do banco e não posso decepcionar... como será... ai ai ai... não vou arregar, me motivei e parti pro km 9... aí vi que estava na reta final... fui dizendo pra mim mesmo... um pé na frente do outro... vamos.. um pé na frente do outro... vi o palco da chegada, que estava parecendo uma balada... respirei e fui...

Passei... agradeci a Deus e olhei no relógio, 56 min... uau... na minha ultima corrida de 10 km fiz quase 10 min a mais... que belo tempo... corro por diversão, não fico preso a esse lance, mas é inevitável para quem corre não checar o relógio.
Procurei o Bruno por toda parte e consegui encontrá-lo. Ele fez a corrida de 5km e estava louco pra correr a de 10km agora... empolgadíssimo... disse que irá em todas agora...uuuuhuuuuuuuu legal!! É um hábito muito saudável e correr é muito bacana. Ele conseguiu 5km em 37 min sem nunca ter corrido na vida, nem treinado... super legal!! Adorei ver a iniciativa e a empolgação dele.
Convido a todos que tem vontade de experimentar a corrida a conhecer este esporte. Se quiser dicas de treinos e provas contem comigo!!!
Parabéns ao Bruno!! Isso aê muleeeeke!!!

Abração,

Leandro Marçal



sábado, novembro 08, 2008

Proud to be FIAP

Participei em 2005 do primeiro projeto RF1.

Esse negócio dos robôs é sério, é um projeto longo e desafiador...



Tenho orgulho de estudar neste lugar.

Terei o prazer de carregar um diploma algum dia!!

sexta-feira, novembro 07, 2008

Lendas da minha Infância I



Era uma vez uma casa lá no parque peruche, e os irmãos lá na frente da casa com a Dna Maura conversando (meus irmãos são muito mais velhos)

Quando estavamos entrando em casa, estava o Nino na pia enchendo o copo de vinho, a minha mãe e minha irmã e eu (com 4 anos) no final da fila, O telefone toca, o Nino larga o copo de vinho e atende, era pra Celma... ele chama a Celma que atende o telefone e minha mãe seguiu rumo até o quarto...

Após a Celma desligar o telefone ouvem se brigas entre o Nino e ela devido a ela ter bebido o vinho.
- Você acabou com meu vinho, -não eu não bebi.. -bebeu, -não bebi... aparece a Dna Maura.. - A Celma estava logo depois de mim...

- Ah.. então quem foi? Vamos perguntar pro Leandrinho (que estava de lado olhando pra parede sentadinho na escada), criança não mente:
- Leandro você viu quem bebeu o vinho?

Ao me virar a marca em forma de U que ia quase até minha orelha...
- Nãããããoooo vi... e cai na risada... tentavam me colocar em pé e não conseguia me equilibrar.. me jogava nas almofadas de casa e daaava risada...rsrs..
Foi meu primeiro porre...

No dia seguinte... mamãezinha... minha cabecinha dói...rsrs.
Foi minha primeira ressaca...rs.

quinta-feira, novembro 06, 2008

Ser feliz é uma escolha

Somente hoje resolvi dizer a novembro seja bem vindo...

O dia está comum, porém decidi encarar diferente antes que exploda.

Na terça fiz a prova AM - Avaliação Multidiciplinar, é uma prova animal da FIAP (onde estudo), e saí da prova comemorando...

Ontem ao chegar na sala atrasado(peguei um transito absurdo) para a aula do Nivaldo, ouvia os burburinhos que tinha saído a nota, corri pra pedir o mini notebook do Guilherme emprestado... e ouvi os colegas comentando, tirei 6... o outro 7... fui tranquilo - não após atrapalhar o professor umas 3 vezes - e quase caí duro.. 3,7.. aff.. uma das piores notas da minha vida.
Passei um tempo para me recuperar do susto, fiz contas, planilhas... vi que precisarei de um milagre e muito estudo para recuperar o tombo.
Hoje pela manhã, não sem antes choramingar bastante... me recuperei. Resolvi que se encarar xingando ou sorrindo a nota será a mesma e estou dando um olá para novembro, venha e me deixe ser feliz!!

Foi um dia comum, acordei atrasado e saí correndo para buscar as meninas (dou carona para Erica e a Sabrina), como estavamos atrasados voei até a barra funda e perdi o fretado ao estacionar o carro, a Erica entrou, eu perdi... dalí percebi que o dia seria um problema como cena comum do mês passado.
Dei tchau pra Sabrina e subi para encarar o trem, parei na farmácia pra comprar um Ades e um Rexona que o meu estava pra vencer, acho que na correria do atraso esqueci de passar.
Dei uma olhada na banca de jornal, vi as fotos dos americanos comemorando a eleição de Obama... parei em frente a livraria e observei por alguns instantes o movimento das pessoas, apressadas... quanta energia, quanta vida... tentei sem sucesso tirar a cabeça da prova e me repreendi por estar me sentindo uma mosca atolada na m...

Estava em um dia bem Lippi e Hardy... ó céus, ó azar, ó vida...rs..
Pumba!! Caramba... estou na livraria!! Vi uma capa, de um livro, "Ser feliz é uma escolha", um romance de Sofia Belloto... pensei com meu umbigo, o título parece ser de auto-ajuda e não estou muito afim, mas um romance parece ter uma histinha boba, ótima pra me tirar a cabeça da prova. Olhei o preço, 19,90. Entrei na livraria e paguei deixando os 0,10 de troco porque o rapaz ia abrir o caixa... etc... saí feliz, já tinha escolhido ser feliz..
Lembrei que não tinha crédito no bilhete e as filas na barra funda são sempre gigantes, mas estava muito pequena naquele momento... puxa... já estava indo bem na minha decisão!!

Entrei na fila e carreguei o bilhete, vamos ao tremzão, desempacotei o livro, entrei em um vagão e logo sentei (o que é muito bom se tratando de um trem em SP). 3X0 pro dia feliz. Vi um rapaz simples conversando com uma moça de voz doce... mas não reparei e foquei no livro, até o momento em que eles falavam de casas e como é complicado morar em SP... comecei a viajar no meu palácio lá em cotia, estava viajando na conversa alheia, louco isso... fiquei com vontade de entrar no papo, mas me repeendi... nem de trem costumo andar e orelhar a conversa de alguém já é feio, quanto mais entrar no assunto... minha timidez me venceu e me repeendi.
Ao subir as escadas vi os dois entrando no trem e fui logo atrás "espremendo" a coitada da moça que reparei ser bonita e ter os cabelos vermelhos... me desculpei pelo mal jeito, além da voz doce ela tinha um olhar doce... que me deu coragem pra entrar no papo, e comentei - está pensando em ficar fora deste ambiente urbano? Ela devolveu: - estou sim, resolvi experimentar o trem hoje... e o papo foi, comigo falando da casa em cotia. Percebi que o rapaz não era seu colega de trabalho... ele disse foi um prazer e desceu nos permitindo mais alguns minutos de boa conversa, ela falou do marido, da profissão... e contamos alguns casos engraçados.

Quando ela desceu, pensei nossa... estou bem humorado no meio do trem lotado. (4X0 pro dia feliz)... santo livro!! E nem tinha chegado na página 10 ainda...rs...
Um senhor me pediu informação da estação socorro, logo pra mim que ando pouco de trem, mas o ajudei! Na saída uma moça perguntou do metrô que se integra na estação santo amaro... pensei comigo!! Caramba... parece que quando agente está bem, atrai a atenção de outras pessoas!!! (5X0 pro dia feliz).
Parei comprei um pão de queijo (20 pães por 2 reais) salim adora este pãozinho de queijo baratinho e gostosinho... desci feliz a rampa do trem as 9:05... (entro as 9 no banco). Encontrei a Nina, uma moça da sala gol... e vim com mais alguns agradáveis minutos de papo... a Nina até ensaiou um mal humor, mas estava decididamente feliz... e vim saboreando o pãozinho de queijo... (6X0)

Ao entrar no banco, as piadinhas infâmes sobre o atraso e reuniões... a galera me esperou pra almoçar e fiquei me sentindo privilegiado pelo grupo de colegas que tenho... e fiquei feliz...

Decidi escrever sobre este dia, o caminho que deu certo porque deu errado... e dizer SEJA BEM VINDO NOVEMBRO!!

Ser feliz é uma escolha!!

Leandro Marçal


quinta-feira, outubro 30, 2008

O Poeta Está Vivo

Essa é em homenagem a meu mês de outubro:

O Poeta Está Vivo

Barão Vermelho

Composição: Roberto Frejat e Dulce Quental

Baby, compra o jornal
E vem ver o sol
Ele continua a brilhar
Apesar de tanta barbaridade...

Baby escuta o galo cantar
A aurora de nossos tempos
Não é hora de chorar
Amanheceu o pensamento...

O poeta está vivo
Com seus moinhos de vento
A impulsionar
A grande roda da história...

Mas quem tem coragem de ouvir
Amanheceu o pensamento
Que vai mudar o mundo
Com seus moinhos de ventos...

Se você não pode ser forte
Seja pelo menos humana
Quando o papa e seu rebanho chegar
Não tenha pena...

Todo mundo é parecido
Quando sente dor
Mas nu e só ao meio dia
Só quem está pronto pro amor...

O poeta não morreu
Foi ao inferno e voltou
Conheceu os jardins do Éden
E nos contou...

Mas quem tem coragem de ouvir
Amanheceu o pensamento
Que vai mudar o mundo
Com seus moinhos de ventos...(2x)

Ahannn ahannn ahannn!

O poeta não morreu
Foi ao inferno e voltou
Conheceu os jardins do Éden
E nos contou...

Mas quem tem coragem de ouvir
Amanheceu o pensamento
Que vai mudar o mundo
Com seus moinhos de ventos...(2x)

Ahannn ahannn ahannn!



O poeta não morreu... Leandro Marçal


Outubro

Nota sobre outubro.

Eita mês turbulento esse...

Turbulento em casa, complicado na faculdade, um choque para o coração, e uma bomba para as finanças!! Pra ajudar ainda sinto falta do cigarro... e a meu palácio não foi entregue!!

As bebederias foram as piores, no dia em que me convenci a tomar um porre não consegui, bebi, mas não fez efeito... no dia em que era só uma cervejinha, adivinha? Perdi a linha... não deu certo... gorfei...

Não ganhei o sorteio pra ir na corrida, e nem a entrevista com o Bruno Senna...

A PLR atrasou... o dissídio, foi menos que o esperado...
Até a crise estourou de vez em outubro. A corrida que participei choveu, tá feio o negócio né?

Terminará o mês com os bambis encostando no gremio no brasileirão... pelo menos o coringão subiu...

ACABA LOGO OUTUBRO!!!

E que em novembro os ventos possam ser mais calmos, até eu que sou praticamente "de ferro" estou ficando atordoado neste mês!

Venha novembro.. venha...

Ouvi uma frase no metrô proferida por uma senhora para uma menina que estava mal... " - A VIDA TEM MOMENTOS AMARGOS PRA APRENDERMOS A DAR VALOR PARA OS MOMENTOS DOCES!! " - Vovó do Metrô

Abraço,

Leandro Marçal

sexta-feira, outubro 24, 2008

O sucesso da comunicação

Hoje resolvi dar uma viajada...

Viajar no poder da escrita, o que escrevemos perpetua.

A escrita perpetua palavras que não são levadas pelo vento, imagine perpetuar barbáries escrita por nós, seus filhos ou netos lendo, o que escreveu, assim como até hoje lemos machado de assis. Ok.. entendo que comparar um simples mortal, comedor de arroz e feijão como eu e você a machado de assim é um tanto presunçoso, mas por que não?

É comum erros do cotidiano, como o gerundio "vou estar fazendo" (ao inves de farei), e o tal do mim... o mim deve terminar uma frase, Joãozinho pega uma cerveja pra mim? Vamos eliminar o mim do meio... Joãozinho pega uma cerveja pra mim beber? É ruim de ouvir.Vamos as "pessoas" da lingua portuguesa:
Eu, Tu, Ele, nós, vós, ele. Cadê o mim? "Mim" não conjuga verbo, mas eu conjugo verbo. ok?
Outro alerta para auto-correção é o há, - há alguem me ouvindo! "há" tem o sentido de haver, de existir, vejo algumas frases com a utilização de força expressiva: - Ah, ninguém me ouve! como - há, ninguém me ouve!

Sei que ninguém é perfeito e todo mundo erra, ainda mais com o vocabulário que utilizamos o tempo todo. Mas que tal tentarmos evoluir?

Aproveito para postar uma comunicação da revista idéias:

Posicionamento correto em reuniões conta pontos para o profissional- 24/10/2008

"Alguns cuidados ajudam. Quando for questionado, responda de maneira simples, convicta e segura. Quando seus conhecimentos puderem ajudar, peça a palavra sem hesitar", diz Reinaldo Polito.

O professor Reinaldo Polito é mestre em ciências da comunicação, pós-graduado com especialização em Comunicação Social pela Fundação Cásper Líbero, em Administração Financeira pela FGV e em Administração Financeira pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo. Atua há 33 anos no Brasil e em países como Estados Unidos, México e Argentina, proferindo palestras e realizando cursos de oratória para empresas multinacionais. Escreveu 18 livros que venderam mais de um milhão de exemplares e foram publicados e distribuídos em Portugal, na Itália e em todos os países de língua espanhola. Cinco deles entraram para as listas dos mais vendidos do Brasil.

Nessa entrevista exclusiva, fala sobre a relação entre comunicação e ascensão profissional.

- De que forma a comunicação e a técnica de "falar bem" ajuda na ascensão de um profissional? A comunicação pode ser vista como causa e conseqüência. Quem se expressa bem, com desenvoltura, desembaraço e eficiência é visto como competente e mais bem-preparado. Por isso, normalmente, amplia suas chances de ascensão profissional. A medida que conquista posições profissionais mais elevadas, mais dependerá da boa comunicação, pois será mais exigido para falar em reuniões, processos de negociação, apresentação de projetos.

- Quais são os erros mais freqüentes que acabam prejudicando esse sucesso? O maior de todos os defeitos é não saber exatamente o objetivo da apresentação. É preciso ter em mente onde pretende chegar com a exposição – solucionar um problema, motivar um grupo, entreter, informar. Outro ponto fundamental é saber organizar a seqüência da fala – como iniciar, preparar, desenvolver e concluir. Conquistar os ouvintes no início. Orientar sobre o que vai dizer. Desenvolver o tema usando argumentos como estatísticas, pesquisas e exemplos. Afastar possíveis resistências. E concluir pedindo para que os ouvintes reflitam ou ajam de acordo com a proposta. Os aspectos estéticos também precisam ser considerados. Usar o volume de voz de acordo com o ambiente. Alternar a velocidade da fala e o volume da voz. Pronunciar bem as palavras. Usar um vocabulário adequado à platéia, evitando termos vulgares ou excessivamente técnicos, fora da compreensão dos ouvintes. Gesticular de forma moderada, sem exagero. Olhar para todas as pessoas.

- Em um de seus artigos, o Prof. menciona que falar bem é demonstrar competência. Poderia dar algumas dicas para os profissionais aprimorarem essa técnica? Alguém que apresenta com demonstrações de desconforto ou hesitação não será visto como competente. Por exemplo, falando com as mãos no bolso o tempo todo, com os braços nas costas, apoiado ora sobre uma perna, ora sobre outra, com voz muito baixa ou alta, olhando para o chão, truncando as frases, sem concluir o raciocínio. Por outro lado, aquele que se apresenta de maneira arejada, solto, confiante, simpático, demonstra segurança, conhecimento e preparo profissional.

- Na sua opinião, qual é a relação existente entre falar bem e ser um bom líder? A comunicação está intimamente ligada à capacidade de liderança. O bom líder precisa persuadir, motivar, estimular. E esses objetivos são conquistados sempre com a ajuda da boa comunicação.

- Em um de seus trabalhos, o Prof. menciona que o posicionamento correto em reuniões conta pontos para o profissional. O que é preciso evitar e o que é necessário demonstrar? Alguns cuidados simples ajudam a participar bem das reuniões:
- Quando for questionado, responda de maneira simples, convicta e segura;
- Fale com voz pausada e audível;
- Quando seus conhecimentos e experiência puderem ajudar, peça a palavra sem hesitar;
- Não responda a perguntas dirigidas a outros participantes, salvo quando não forem respondidas, e tenha certeza de estar colaborando com sua intervenção;
- Converse apenas sobre o tema abordado, mesmo assim evite os diálogos paralelos;
- Ao falar, olhe para todos os participantes. Quando ouvir, olhe para quem fala;
- Não crie antipatias ridicularizando os colegas ou usando ironias desnecessárias;
- Se precisar refutar, cuidado para não magoar os grupos participantes. Use diplomacia, entendendo o ponto de vista contrário.

- De que forma a boa comunicação ajuda na fidelização de clientes? Ter boa comunicação é acima de tudo saber ouvir e compreender as necessidades e aspirações das pessoas, que é a base para a fidelização de um cliente.

- Para finalizar, os interessados em contatá-lo devem fazê-lo de que forma? Há algum canal aberto para os que desejam tirar dúvidas? Nosso site não exige senha, nem tem objetivo de vender produtos. São mais de 400 textos disponíveis sobre comunicação

Espero ter contribuído para seu sucesso!

Leandro Marçal

quinta-feira, outubro 16, 2008

Os 9km da Aricanduva



Foi assim...



Na última corrida (a da paz), perguntei pro Paulo quando seria a próxima e ele me falou que seria dos 9km do Aricanduva.

No embalo da corrida já fiz a inscrição. Quase na véspera da corrida o Paulo me escreveu e pra minha surpresa não iria a corrida...

No dia anterior foi uma confusão e não consegui retirar o kit (chip, camiseta, etc) normalmente distribuido no dia que antecede a corrida.
E olha que véspera de dia das crianças em shopping é duro, longe de casa e na zona leste piorou... mas enfim...

A saída seria retirar na hora.
Cheguei atrasado e tive que retirar o kit, o Nino não foi, fiquei sozinho nessa... tive que deixar minhas coisas no guarda volumes e ir correr.

Iniciou uma descidinha pequena e larguei... soltei a perna na avenida e mandei bem até o km 4 quando começou a cair água do céu, comecei a ficar com frio e com medo de escorregar, mas continuei firme e com frio. No km 6 estava já sem fôlego, estou há algum tempo sem treinar, e estava faltando perna, mas já tinha percorrido 2/3 da corrida e decidi não amarelar.

Quando cheguei ao km 8, me deparei com a Ladeira do shopping, ladeira mesmo, muito ingrime... lembrei das dicas do Mário (corredor experiente do banco) puxei os cutuvelos pra trás e subi metade... depois não deu, não tinha perna, nem pulmão, e a lingua estava lá embaixo no km 7 ainda... rsrs..

Segui andando até o topo do morro e soltei a perna só no finalzinho quando acabou a subida.
A camiseta e o boné são muito legais, mas passei frio nessa corrida e fiquei decepcionado comigo por ter caminhado.

Fiz os 9 km em 53:30, foi um tempo ótimo que espero melhorar, ao menos terminar a próxima sem caminhar né... porque isso é feio..rs...


Entreguei o Chip peguei a medalha e corri pro carro, trocar de roupa e me esconder da chuva..rs..
Qual será a próxima hein? Fila Night Run dia 08/11? Viva melhor dia 09/11? ou será que ficarei somente com a Ayrton Senna Racing Day dia 16/11 em interlagos?

Alguém topa correr aí?

Pode deixar, escreverei a respeito!

Abraços



Leandro Marçal

terça-feira, outubro 14, 2008

Caique




Como muitos sabem, em casa não temos crianças...Não tinhamos, porque hoje tenho o privilégio de ser o padrinho deste bebezinho aí!!

O Caique nasceu dia 20/07/2008, e não sou de achar homem bonito não, mas esse aí é o cara.. rsrs..

A Suzana e o Tom são um casal incrível e merecem toda felicidade do mundo, tenho um carinho incrível por elesfiquei boquiaberto no dia em que fui convidado para ser o padrinho do filhote deles.

É um privilégio muito grande pra mim, sou louco, absolutamentemaluco por crianças e vou apoiar este menino por toda a vida.

Já que não tenho filhos, vou aproveitar o afilhado né? Afinal quem aguenta essa carinha??

clique na foto para ampliar

Abraços,


Leandro Marçal

segunda-feira, setembro 22, 2008

8 jeitos de mudar o mundo

(clique na imagem para ampliar)


Aqueles que acompanham sabem da minha mais nova atividade física, a corrida.


No dia 14/09/2008 participei da corrida pela paz, que tinha como premissa fixar 8 objetivos. Por este motivo eram 8 kms. Os 8 jeitos de mudar o mundo, é uma mensgem bem bacana.

Consegui correr os 8km o que era uma meta pessoal. Fiz um tempo legal (43 min).

Segue a lista dos 8 objetivos:
1 - Acabar com a Fome e a Miséria
2 - Educação Básica de qualidade para todos
3 - Igualdade entre os sexos e a valorização da mulher
4 - Reduzir a mortalidade infantil
5 - Melhorar a saúde das gestantes
6 - Combater a malária, a Aids e outras doenças
7 - Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente
8 - Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento


Obrigado a Deus (reparem na passagem da linha meus agradecimentos a Ele), aos amigos da porto e ao Nino que foi lá assistir!! E é claro a você leitor do meu blog. A todos que incentivam... faço um convite a quem quiser correr também. Você é capaz, acredite em você mesmo(a). Vamos comigo??

Abraços,

Leandro Marçal

segunda-feira, setembro 08, 2008

Sobre a Virgula

Recebi isso de um amigo escritor, achei o máximo.

Richard valeu, admiro seu trabalho!



Sobre a
Vírgula


Muito legal a
campanha dos 100 anos da ABI (Associação Brasileira de
Imprensa).


Vírgula pode ser
uma pausa... ou não.

Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu
dinheiro.

23,4.
2,34.

Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito
obrigado.


Pode criar
heróis.

Isso só, ele resolve.
Isso só ele
resolve.

E
vilões.

Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é
corrupto.

Ela pode ser a
solução.

Vamos perder, nada foi
resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não
queremos saber.
Não, queremos saber.

Uma vírgula muda tudo!!!!
ABI: 100 anos lutando para que ninguém
mude uma vírgula da sua informação.

Detalhes Adicionais
SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A
MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de
MULHER.
Se você for homem, colocou a vírgula depois de
TEM.


Richard
Diegues

www.tarjalivros.com.br



Obrigado pela visita,

Leandro Marçal

segunda-feira, setembro 01, 2008

Vitória




Bom, hoje escrevo para relatar minha mais nova conquista.

Consegui correr 10 km, alem de me ajudar na luta contra o tabagismo, saber que sou capaz de correr tanto é uma vitória.

Participei neste domingo 31/08/2008 da nike10k (http://www.nike10k.com.br/) é um baita corrida legal e também uma festa!
E tem foto minha no site:
http://www.nikecorre.com.br/the_human_race/pos_corrida/display.php?tipo=1&tempo=01:04:26&numero=19425&nome=Leandro

Corri a favor de mim mesmo, contra meus limites e superações, cruzei a linha de chegada com o choro entalado na garganta por ter completado (1:04). Recebi minha medalha e o sentimento de conquista tomou conta de mim, a satisfação de saber que consigo me anima muito.

Agora faço parte de outro clube, o dos corredores!

Acordamos 5:00 da manhã, e saimos de casa, já na Av. Esc. Politécnica, pessoas na Nike indicando o local do estacionamento, muito organizado e sinalizado.
Chegamos na USP as 6:00. O Nino (meu irmão) estava comigo, como acompanhante pois ainda não corre, conhecemos algumas pessoas que estacionaram o carro perto, sr. Lio, Bruno e Paulo. Muito bate-papo e nos dirigimos ao local que seria a largada. Vimos de onde sairiamos e devia ter umas 10 pessoas na USP a essa hora.
Apos andarmos para conhecer toda a montagem que a nike fez, que festa linda por sinal. Voltamos ao carro para o pessoal deixar as blusas (tava um frio brabo), corri com a camisa de goleiro por baixo da camiseta da competição pra ajudar a combater a friaca. Camisa essa que me esquentou pra caramba e até me arrependi de estar usando depois... tudo foi um aprendizado.

Ao voltarmos pro circuito, tinha tanta gente que parecia um vírus que se espalhou, tomou conta 22 mil pessoas vestindo vermelho pela humanidade, por uma boa causa, uma imagem linda.

Entramos no circuito onde seria a largada, muito bate-papo com o Paulo e o Bruno, muita gente bonita na festa. Alonga daqui, estica dali. Começamos o aquecimento a preparação e vamos nessa... muita gente para largar, mais parecia um congestionamento humano, uma passeata, não dava pra correr... começou a andar na linha de saída da largada, e aos pouco foi dispersando proporcionando o mínimo de espaço para desenvolver uma velocidade de corrida.

No KM 1 já dava pra desenvolver uma velocidade decente, e segui acompanhando o Paulo e o Bruno... afinal foi minha primeira vez e eles já são um pouco mais experientes, acompanhei o ritmo, muita gente do Staff da nike nos animando musicas, DJ, o staff gritando vamos, vamos... que incentivo legal.

Passei a marca dos 2,5 ainda inteiro, tava sobrando gás... e veio a ponte, subidinha malvada, mas não perdi o ritmo e deixei um pouco do meu gás nela... e segui valente... até a marca dos 5 km. O meu gás já estava na metade mas como era metade da prova achei que era normal, e ainda estava conseguindo manter o ritmo dos meus colegas não fumantes e experientes... peguei uma água no chekpoint e segui corajosamente até a marca dos 7, quando notei que minha lingua ainda estava arrastando no km 6.. hehe...

Virei pro Paulo e perguntei se ainda estava bem, pois minha lingua estava arrastando, lá no km 6... e foi o momento que me recomendaram me poupar um pouco, diminui meu ritmo para aguentar até o fim e foi a última vez que vi meus colegas, perto da marca dos 7,5.

Segui valente por mais 1 km em ritmo lento até os 8,5 quando arreguei, peguei uma água e fiz uma caminhada para recuperação do fôlego, entre trotes e caminhadas vi a marca dos 9 onde resolvi que esse km iria na superação e assim fui... subidinha da ponte, peguei mais uma água e fui nessa... chegando ouvi na chegada a musica do queen, we will rock you... anima qualquer um, cruzei a linha de chegada com a lingua arrastando no chão, e o choro entalado na garganta, na cabeça só vinha a frase eu sou capaz, consegui!! Um médico me viu cantando com a lingua pra fora e perguntou se estava tudo bem, estava, tudo maravilhosamente bem.
Agora sou um corredor... que sensação.

Deixei o chip, peguei minha medalha, e saí feliz. Eu venci meus limites!

Essa é uma vitória pessoal!! Muito suada (literalmente).

Obrigado meu Deus por ter me dado saúde para conseguir isso!

Abraços,

Leandro Marçal

segunda-feira, agosto 11, 2008

MEU HERÓI, MEU BANDIDO

Como todos sabem meu papai já se foi, mas gostaria de publicar este texto pois achei muito legal, foi me enviado por uma amiga e vi muita coisa aqui.

Meu pai morreu quando tinha 11 anos, portanto ele foi um gigante, meu herói. Sempre estará em meu coração e em minhas lembranças.



MEU HERÓI, MEU BANDIDO



Ele parece um gigante. Ou será apenas uma impressão, já que somos tão minúsculos diante dele? Não, não é impressão, ele é sim um gigante! É forte, mesmo quando magro. É sério, mesmo quando brinca. E sabe muito. Tem todas as respostas. Conhece todos os truques. Sabe onde a gente deve sentar no estádio para evitar o tumulto de torcedores. Sabe que rua a gente deve pegar para evitar congestionamento. Sabe como consertar o computador. Sabe exatamente quando vai chover. Nunca tem dor de dente. Nunca tem febre. Nunca mentiu. Nunca deixou faltar nada em casa.



Por quanto tempo dura esse delírio? A infância toda. Nossas primeiras e mais fortes emoções foram provocadas por ele. A primeira sensação de respeito foi por ele. O primeiro medo foi dele também. Não podemos decepcioná-lo. Ele faz tudo certo. Não permite que façamos de outro jeito. Mesmo que não sejamos mais do que meras crianças, ele exige de nós o melhor que temos a dar. Ele não se contenta com pouco. Ele é o parâmetro. Ele é o cara. Nosso orgulho, nossa segurança. Nosso.



E então o tempo passa e começamos a aprender que não somos sua imagem e semelhança, já que, ao contrário dele, nós erramos à beça. Nós pedimos cola para conseguir passar de ano. Nós fumamos escondido. Nós pegamos o carro antes de ter carteira. Nós brigamos com nosso irmão. Nós desejamos a namorada do próximo. Nós ultrapassamos o limite de velocidade. Nós somos adolescentes. E um dia surge a desconfiança: será que ele também erra? Essa não. De herói a bandido. Ele, que não quer mais abrir a carteira pra nós. Ele, que todo dia dá sermão. Ele, que faz a mãe chorar. Ele, que implica com todos os nossos amigos. Ele, que reclama do nosso cabelo. Ele, que foi demitido. Ele, que andou bebendo demais. Ele, que teve que ir ao médico. Ele, que não é diferente de ninguém.



Duríssima travessia esta, a que chamamos de “cair na real”. A gente cresce e o gigante se apequena, e passamos todos a ter o mesmo tamanho. Difícil pra ele, mais difícil pra nós.



Como não nos sentirmos traídos? Como ele permitiu que nossas ilusões fossem ralo abaixo? Até que vem a maturidade e, com ela, os papéis se definem, as proporções ganham sentido e clareza. Ninguém é herói, ninguém é bandido. Ele é um homem. Se as mães são tratadas como rainhas do lar para sempre, ele, ao contrário, ganha em humanidade.



Ele se adapta ao nosso olhar, se ajusta. Passa a ser um de nós. O cara que viaja e volta. O cara que some e reaparece. O cara que mente e diz a verdade. O cara que tem certeza e tem dúvida. Ele, que desempenhou muito bem o papel que lhe cabia, que foi gigante quando era preciso. E, quando preciso, revelou que não sabia tudo, e que segue até hoje seu caminho ao nosso lado, sendo ora Golias, ora um humilde pastor.



Nosso pai.



(por Martha Medeiros – crônica publicada no jornal ‘O Globo’, agosto/2007)

segunda-feira, agosto 04, 2008

Cara da Informática

Recebi esse texto por e-mail e ele reflete por muitos anos o meu sentimento sobre ser um profissional de tecnologia. No meu caso um ANALISTA DE SISTEMAS.




COISAS QUE TODOS PRECISAM SABER A RESPEITO DE UM 'CARA DA INFORMÁTICA'

1) O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) dorme. Pode parecer mentira, mas o CARA DA INFORMÁTICA precisa dormir como qualquer outra pessoa. Esqueça que ele tem celular e telefone em casa, ligue só para o escritório;

2) O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) come. Parece inacreditável, mas é verdade. O CARA DA INFORMÁTICA também precisa se alimentar e tem hora para isso;

3) O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) pode ter família. Essa é a mais incrível de todas: Mesmo sendo um CARA DA INFORMÁTICA, a pessoa precisa descansar no final de semana para poder dar atenção à família, aos amigos e a si próprio, sem pensar ou falar em informática, impostos, formulários, consertos e demonstrações, manutenção, vírus e etc.;

4) O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA), como qualquer cidadão, precisa de dinheiro. Por essa você não esperava, né? É surpreendente, mas o CARA DA INFORMÁTICA também paga impostos, compra comida, precisa de combustível, roupas e sapatos, e ainda consome Lexotan para conseguir relaxar… Não peça aquilo pelo que não pode pagar ao CARA DA INFORMÁTICA;

5) Ler, estudar também é trabalho. E trabalho sério. Pode parar de rir. Não é piada. Quando um CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) está concentrado num livro ou publicação especializada ele está se aprimorando como profissional, logo trabalhando;

6) De uma vez por todas, vale reforçar: O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) não é vidente, não joga tarô e nem tem bola de cristal, pois se você achou isto demita-o e contrate um PARANORMAL OU DETETIVE. Ele precisa planejar, se organizar e assim ter condições de fazer um bom trabalho, seja de que tamanho for. Prazos são essenciais e não um luxo… Se você quer um milagre, ore bastante, faça jejum, e deixe o pobre do CARA DA INFORMÁTICA em paz;

7) Em reuniões de amigos ou festas de família, o CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) deixa de ser o CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) e reassume seu posto de amigo ou parente, exatamente como era antes dele ingressar nesta profissão. Não peça conselhos, dicas… ele tem direito de se divertir;

8) Não existe apenas um 'levantamentozinho' , uma 'pesquisazinha' , nem um 'resuminho', um 'programinha pra controlar minha loja', um 'probleminha que a maquina não liga', um 'sisteminha' , uma 'passadinha rápida(ALIAS CONTA-SE DE ONDE SAIMOS E ATÉ CHEGARMOS)', pois esqueça os 'inha e os inho (programinha, sisteminha, olhadinha, )' pois OS CARAS DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) não resolvem este tipo de problema. Levantamentos, pesquisas e resumos são frutos de análises cuidadosas e requer atenção, dedicação. Esses tópicos podem parecer inconcebíveis a uma boa parte da população, mas servem para tornar a vida do CARA DA INFORMÁTICA mais
suportável;

9) Quanto ao uso do celular: celular é ferramenta de trabalho. Por favor, ligue, apenas, quando necessário. Fora do horário de expediente, mesmo que você ainda duvide, o CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) pode estar fazendo algumas coisas que você nem pensou que ele fazia, como dormir ou namorar, por exemplo;

10) Pedir a mesma coisa várias vezes não faz o CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) trabalhar mais rápido. Solicite, depois aguarde o prazo dado pelo CARA DA INFORMÁTICA;

11) Quando o horário de trabalho do período da manhã vai até 12h, não significa que você pode ligar às 11:58 horas. Se você pretendia cometer essa gafe, vá e ligue após o horário do almoço (relembre o item 2). O mesmo vale para a parte da tarde: ligue no dia seguinte;

12) Quando CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) estiver apresentando um projeto, por favor, não fique bombardeando com milhares de perguntas durante o atendimento. Isso tira a concentração, além de torrar a paciência.
ATENÇÃO: Evite perguntas que não tenham relação com o projeto, tipo como…. vocês entendem é claro….;

13) O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) não inventa problemas, não muda versão de WINDOWS, não tem relação com vírus, NÃO É CULPADO PELO MAL USO DE EQUIPAMENTOS, INTERNET E AFINS. Não reclame! O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) com certeza fez o possível para você pagar menos. Se quer EMENDAR, EMENDE, mas antes demita o CARA DA INFORMATICA (A MENINA DA INFORMATICA) e contrate um QUEBRA GALHO;

14) Os CARAS DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) não são os criadores dos ditados 'o barato sai caro' e 'quem paga mal paga em dobro'. Mas eles concordam…;

15) E, finalmente, o CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) também é filho de DEUS e não filho disso que você pensou…

16) Agora, depois de aprender sobre O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA), repasse aos seus amigos, afinal, essas verdades precisam chegar a todos.O CARA DA INFORMÁTICA (A MENINA DA INFORMATICA) agradece.

17) Vamos parar de chamar os profissionais Tecnologia da Informação, de 'CARA DA INFORMÁTICA' (A MENINA DA INFORMATICA), 'CARA (MENINA) QUE CONSERTA COMPUTADOR'…Por incrível que pareça as profissões tem nomes, como Engenheiro de Projetos, Analista de Suporte, Engenheiro de Sistemas, Programador…Ninguém chama o Engenheiro Civil de 'CARA DA BETONEIRA', ou médico de 'CARA DO AÇOUGUE', dentista de 'CARA DO DENTE PODRE'…

quinta-feira, julho 17, 2008

Esperando na janela





Espetacular!! Fantástica!! Maravilhosa!! Esta é a sensação do dono da casa ao olhar ela!

A obra ficou muito boa, a Suelem arquiteta deu uma força em muita coisa lá, ficou show... os pisos, de muito bom gosto e o Lair fez direitinho. Pessoal jóia esse!! Falando na Suelem, ela casou na surdina, mas deixo aqui meus parabéns! Muitas felicidades na nova vida!!

Fui fazer a primeira vistoria hoje e saí muito feliz, algumas coisinhas aqui e ali para fazer mas tudo bacana de muito bom gosto! Não só a minha casa, mas o condomínio todo ficou lindão!! Como disse o Lair, agente ganhou muita coisa, caixa d'agua, gás encanado, água individualizada, e algumas outras coisinhas que não lembro mais.. rsrs.

Já que sei que o pessoal todo da Geo me lê, (Obrigado pela visita galera) parabéns a todos pelo ótimo trabalho realizado, e... vamos correr com essa documentação aí, pois o pobre aqui está morrendo de medo do reajuste.. rsrsrs... só de ouvir falar em CUB minhas pernas tremem, a Marly (financeiro) que o diga, quase enfartei com ela no telefone. Coitada da Karina Marques (Crédito Imob - Santander) que escuta minhas chorumelas... rs.. Aliás Karina, se um dia você ler isso aqui, saiba que sou muito, mas muito grato pelo seu empenho em me ajudar a concretizar isso tudo.

Cara feliz é f... quer agradecer todo mundo, parece time de futebol quando é campeão...rsrs... Agradecimentos especiais a Deus, a Sá, ao povo todo do banco que tá na torcida, (pega essa mouse).. rs...

Assim que estiver entrável, estarei esperando os visitantes nessa janela aí!!

Desculpem o excesso de reticências, sou viciado nelas!! hehe.. é isso!

Abraços e meu muito obrigado a todos!

(Clique na foto para ampliar)

Leandro Marçal

domingo, junho 29, 2008

Procure o número 43...




Há situações muito, mas muito comemoráveis na vida da gente. E está aí mais um motivo para comemorar!

43 vivas a casa 43 que está pronta! Todo mundo que acredita em números diz que o número 43 é um número bom... então... que assim seja!

Pra dizer a verdade acredito em Deus, e com ele não tem essa coisa de número não.. é vai filhão.. trabalha faz sua parte aí!!

Tem gente que acredita em sorte, alguns ao verem a foto da casinha 43, falam que sou um cara de sorte. De fato tenho sorte por ter saúde, por ter garra para trabalhar bastante, mas quem vive de sorte é lotérica. Corri atrás, estou correndo ainda e acho que correrei nos próximos 30 anos só para essa coisinha aí!! hahhaaha...
Corra atrás também!! Seja o próximo a publicar alguma conquista sua e me deixe comemorar contigo!

Assim que a casa estiver "entrável" vamos comemorar várias vezes.

Agora com a nova lei, não pode beber e dirigir, portanto, prometo uma bicama e um sofá confortável para os bêbados que forem visitar... hehe...

Pra quem quiser mais detalhes das obras e do projeto, deixo aqui o site da construtora Geo(www.geoincorp.com.br), eles são feras, tudo no prazo, ótimo atendimento, até aqui 100%. Obrigado a Patricia Goulart que mandou essa foto pra eu publicar aqui!

Viiiiivaaaaaaa!Viiiiivaaaaaaa! (x43)

(Clique na foto para ampliar)

Leandro Marçal

Polêmico




Há momentos na vida da gente que são inesquecíveis, para um cara de 25 anos tenho muitas coisas para contar...

Há 3 semanas um menino de bicileta se chocou contra meu carro depois que voltei do fatidico jogo sport x timao, meu complexo de culpa me apontou como se tivesse atropelado o menino, mas como foi na lateral do meu carro e ele não anda de lado, chego a conclusão que fui atropelado. Mas numa hora como essa pouco importa, não aconteceu nada com o garoto, como o timao perdeu não fiquei comemorando (leia-se bebendo), mas havia consumido algumas geladas e isso me serviu de aviso. Deus dá seus avisos, escuta quem quer. Como obediente que sou, escutei.

Esta semana, devido a nova lei seca, me pararam depois que saída faculdade e acabei em jornais de tudo que é tipo, estadao, jornal do comercio, jornal da record, globo, etc.
A variação do meu teste de bafômetro deu 0,01 o limite é 0,09, estava tudo certo, mas e a causa desta variação, uns dizem que foi por causa do enxaguante bucal que havia acabado de utilizar, outros dizem que pode ser erro do etilômetro(bafômetro), sei lá... só sei que isso aí virou um circo, hehe.

Como sempre, lá estou eu causando polêmicas... hahaahaha

Bom é isso!

O resto podem acompanhar por aí, na internet, tem no site da globo, record, estadao...

Aviso a todos, tomem MUITO CUIDADO. A lei nova pega pesado e os caras estão fiscalizando rotas de baladas, barzinhos, etc.

Leandro Marçal

terça-feira, junho 17, 2008

Ai que Gêlo




Ai que frio...

Está um gêlo (assim mesmo com circunflexo pra ficar mais gêlado ainda..rs)... o frio que dói não é só o da temperatura,

esse ainda dá pra colocar blusa, ligar aquecedor, ficar embaixo do cobertor, até um chocolate quente ajuda a passar.

O que não passa é o frio da alma, o inverno interior dentro de cada um, alguns passam por fases, outros vivem em um

constante inverno de ignorância. Neste frio não há cobertor que aqueça, só conheço um tipo de calor que desfaça esse

frio, é o calor humano. Aquele calor, que aquece a alma.

Pra alguns basta um calor, para outros precisa de uma fogueira, posso dizer que me contento com uma vela. Pois seu calor

é constante, apesar de não ser o mesmo de uma fogueira, mas sua duração é longa. E como meus gêlos não se derretem muito

rápido, o calor duradouro de uma simples vela, ajuda a derretê-los.

Entre frios e calores é que se vive a vida, e esta se vive uma vez só. Por isso seja honesto com seus sentimentos, e com

os sentimentos dos outros, o tempo não volta, o que passou, passou... você já viveu, já envelheceu, e talvez amadureceu.

E mesmo que volte a aquele mesmo lugar, não será em um mesmo momento, e por voltar já perdeu o encanto da primeira vez,

da surpresa, o como será.

Como diz um jargão (e adoro eles):
Agente nasce sem pedir e morre sem querer, aproveite o intervalo!

O inverno ta aí. Com qual frio ficaremos?

Fuui,

Leandro

quarta-feira, junho 11, 2008

50% - cinquenta por cento


50%...





Pois é, parece que foi ontem que dei feliz natal e ano novo... acabei de me acostumar com a data de 2008, e daqui a pouco é dia 15/06... já parou pra pensar que já foi metade do ano? que 50% já passou? tá mais perto de te dar novamente um abraço natalino do que lembrar do último?

Eita.. o que será que você fez de bom, em 2008? O que mudou em você ou em sua vida? lembra daquelas promessas que fez no ultimo reivellon? De entrar na academia, fazer um curso de idioma, etc? seja lá o que tiver planejado para 2008, vamos lá, pois metade do ano já se passou...

Falando em metade, o palácio está ficando pronto, como adoro os jargões populares, estou "mais perdido que cego em tiroteio", "ou cachorro em dia de mudança", como preferir. Para conferir entre em http://www.geoincorp.com.br vá em empreendimentos, depois San Filipi, e veja as fotos da obra, vai ver que gracinha que tá ficando.

Bom, 50% já foi... tá na hora de pensar e agir pros outros 50%...

Sinta a outra metade do ano que está batendo na porta, olhe pra você, seus planos, seus desejos, peça ajuda a Deus e aos amigos e vamos nessa!

Abraço,

Leandro Marçal

sexta-feira, junho 06, 2008

Viva o Sol

Hoje resolvi escrever sobre o sol... acordei e vi um dia bonito, liguei o ar condicionado do foguete e vim cantarolando,

pelo simples fato de o dia estar ensolarado...

O neste tempo frio, parece até que não esquenta, peço licença para usar uma expressão emprestada... embora pareça não

esquentar, agente fica "lagarteando" para tentar ficar um pouco mais aquecido, rsrs..

O ser humano tem necessidade de sol, as plantas, os animais... mas nosso humor fica até diferente em um dia ensolarado,

pode reparar, quando saimos de casa e está aquele dia bonito, as pessoas geralmente ficam mais bem humoradas.

Quando o sol esquenta pra valer, que é no verão, vestimos roupas leves, em certos momentos sungas e biquinis, saimos para

ficar bronzeados (no meu caso vermelho mesmo..), quando se fala de viagem, natureza, praia, quem é louco de pensar,

planejar, ir para ficar no frio e na chuva??

Ah... o frio, o frio também é bom, cobertores amorosos que não nos deixam levantar da cama, o despertador toca e o

cobertor grita para ele, silênnncio ssshhhh, o Leandro tá dormindo... e meu travesseiro que me abraça e fica

choramingando, fica mais um pouquinho, tá frio lá fora... fica comigo.. rsrs... Pra entrar no banho somos recordistas,

vapt-vupt e estamos embaixo do chuveiro quente, da água que entra no cano cai metade, pois metade evapora.. rs.. pra

sair, toalha rapidão, digno de medalha olímpica, alias deveria ter uma modalidade destas, já imaginou, um bando de gente

pelada saindo do chuveiro pra se secar e entrar em uma roupa em menos tempo... eu ganharia fácil.. rsrs... e põe roupa...

no frio agente se veste bem, coloca aquela blusa bacana, um gorro, chapéu, sobretudo, e tudo mais que der vontade, come

bastante e engorda feito porco pra depois ficar malhando e queimando todas as milhares de calorias quentes acumuladas...

Falando em calorias... acho que vou pegar um lanchinho e ir largatear lá no sol.. hehe...

Fuuui...

Leandro Marçal

quarta-feira, maio 28, 2008

Amor antigo, paixão acesa!!

Estou apaixonado!!

A cada dia que passa, te amo ainda mais... não me importa nada, aquilo que falam ou pensam a respeito deste amor, os momentos bons, os ruins, quando alguma coisa acontece contigo, mesmo quando não concordo, te respeito. Não consigo te olhar que não querer o teu bem!!

Já chorei muito por você, passamos momentos difíceis. Em alguns fiquei em silêncio te olhando. Em meio a insegurança e a crítica de pessoas por seus maus momentos, fiquei ao seu lado, estampei com orgulho meu grito de eu nunca vou te abandonar. Cantei até ficar rouco, por você me chamam até de louco...

Eu te amo corinthians!! Essa torcida maravilhosa... arrepia... não pára, não pára, não pára... vai pra cima timão!!

Hoje a noite 70 mil dentro do Morumbi, e mais alguns milhões ao lado de fora gritando por tua votória!!

Vaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiii Corinthiaaannnss!!!

Serei mais um louco cantando até ficar rouco, Aqui tem um bando de loucos... loucos por ti corinthians...

Não pára, não pára, não páááára!!! Vai pra cima meu timããããooo!!!


Não Para, Não Para, Não para!

Gaviões Da Fiel

Composição: gaviões da fiel
Não para, não para, não para
Não para, não para, não para
Não para, não para, não para vai pra cima timão
Não consigo nem dizer, tudo o que sinto

Eu só sei que até morrer, coringão estarei contigo
Por toda sua história, por toda sua tradição
Até o fim da minha vida, te amo timão

Não para, não para, não para
Não para, não para, não para
Não para, não para, não para vai pra cima timão (3 vezes)

Leandro CORITHIANO Marçal








quarta-feira, maio 07, 2008

Peço licença ao jornalista Alexandre Petillo e a revista época para reproduzir a coluna nosso tempo desta semana. Ao ver o comercial da Coca-Cola, refleti que era uma brincadeira de mal gosto e apesar de ser muito corinthiano, sempre pensei o óbvio que o maradona seria o melhor, etc. etc. Mas confesso que este texto me fez pensar e motivar ainda mais para a luta do dia-a-dia.

Você é o Biro-Biro ou o Maradona? – Alexandre Petillo, Revista época 5/5/2008

Para começar vale ressaltar um detalhe: o Biro Biro não foi somente um destruidor de atacantes como o comercial da nova campanha da Coca-Cola mostra. É uma imagem um tanto distorcida para as novas gerações de um dos maiores gênios da raça de nosso futebol. Muito mais que comparar um jogador com o outro (nem se compara, Maradona foi o maior jogador que essa geração viu entrar em campo), o estilo com que cada um se portou dentro de campo é digno de uma análise.
Biro Biro nasceu Antônio José da Silva Filho, lá em Santo Amaro, Pernambuco. Quando criança, morava em uma palafita e deixou de lado a pesca do caranguejo depois de levar uma mordida. Começou no Sport e desembarcou no Corinthians no dia 10 de agosto de 1978, quando Vicente Matheus soltou uma de suas mais célebres frases: “Eu falei que ia montar um time para brigar pelo título. Já trouxe o Sócrates e está chegando um garoto novo, que jogava no Recife, o nome dele é Lero Lero”.
Logo Biro Biro conquistou seu espaço. Fazia mais exercícios que o preparador físico recomendava. Gostava de ficar no campo depois dos treinos. Ganhou vários títulos pelo Timão. Para a Fiel, foi mais um super-herói. Quando você via na escalação que ele estava em campo, sentia-se seguro. Sabia que naquele jogo teria uma vontade sobrenatural de vencer e o desejo incontrolável de honrar quem lhe dá o sustento, nem que seja necessário doar a alma. Biro Biro era o Homem-Aranha. Se uma criança corinthiana doas anos 1980 sonhasse com o bicho-papão, logo procurava o pôster do Biro para voltar a um sono tranqüilo - ainda que, com sua pele bronzeada e o cabelão oxigenado, ele fosse mais feio que o bicho-papão.
Não era um craque, mas não era um perna-de-pau. Do meio para a frente, jogou em todas as posições – e não fez feio em nenhuma. Com tanto moral, podia sentar na fama e ditar ordens, fazer panelinhas, arrumar benefícios. Não se você for o Biro Biro. Até o fim da sua carreira no Timão, ele entrava em campo todos os jogos como se fosse a primeira vez.
Maradona foi um craque incontestável. Só que no meio do caminho alguma coisa se perdeu. Talvez a essência da paixão pelo que faz. Ou a humildade, diante do reconhecimento. Nas atitudes do Birão em campo, em cada partido você colhe uma lição. Que quanto mais faz sucesso, mais duro é preciso trabalhar. Que, quando você acredita de verdade no que faz, vale a pena qualquer sacrifício. Se é o sucesso que você busca, trabalhe por ele com a alma, nunca no piloto automático. Foi assim que um mero jogador esforçado se destacou em meio a craques como Sócrates, Zenon e Casagrande.
Muito mais que eleger qual o melhor jogador, a campanha da Coca-Cola pode até ser um teste vocacional. Quem você quer ser quando crescer? Maradona ou Biro Biro? Sem lero-lero...

Isso aí... Biro Biro para presidente!

Quero ser como o Birão... trabalhar de verdade nunca no piloto automático! Por mais que o que te faça feliz (que alguns chamam de sucesso), pareça impossível não desista...
Ou só porque está próximo do impossível você desistiria?

Fuuuiii...

Leandro Marçal

segunda-feira, abril 28, 2008

Mais uma vez - A volta do peugeot 206




Outro peugeot e tudo que eles representam...


Mais Uma Vez
Jota Quest
Composição: Fernanda Mello, Rogério Flausino e PJ

Te tenho com a certeza
De que você pode ir
Te amo com a certeza
De que irá voltar
Pra gente ser feliz
Você surgiu e juntos
Conseguimos ir mais longe

Você dividiu comigo a sua história
E me ajudou a construir a minha
Hoje mais do que nunca somos dois
A nossa liberdade é o que nos prende

Viva todo o seu mundo
Sinta toda liberdade
E quando a hora chegar, volta...
Que o nosso amor está acima das coisas...desse mundo

Vai dizer que o tempo
Não parou naquele momento
Eu espero, por você
O tempo que for
Pra ficarmos juntos
Mais uma vez!

Te tenho com a certeza
De que você pode ir,
Te amo com a certeza
De que irá voltar
Pra gente ser feliz
Você surgiu e juntos conseguimos ir mais longe
Você dividiu comigo a sua história
E me ajudou a construir a minha
Hoje mais do que nunca... somos dois

Vai dizer que o tempo
Não parou naquele momento
Eu espero por você
O tempo que for
Pra ficarmos juntos
Mais uma vez...

Não parou naquele momento
Eu espero por você
O tempo que for
Nós vamos estar juntos
Estar juntos
Mais uma vez

quarta-feira, março 26, 2008

Bunda Dura...

Esse texto é atribuido a Arnaldo Jabor, não sei se é verdade. Porém achei legal...

ARNALDO JABOR - A BUNDA DURA Tenho horror a mulher perfeitinha. Sabe aquele tipo que faz escova toda manhã, tá sempre na moda e é tão sorridente que parece garota-propaganda de processo de clareamento dentário? E, só pra piorar, tem a bunda dura!!!

Pois então, mulheres assim são um porre. Pior: são brochantes. Sou louco? Então tá, mas posso provar a minha tese. Quer ver?

a) Escova toda manhã: A fulana acorda as seis da matina pra deixar o cabelo parecido com o da Patrícia de Sabrit. Perde momentos imprescindíveis de rolamento na cama, encoxamento do namorado, pegação, pra encaixar-se no padrão 'Alisabel', que é legal, por que todas as amigas tem o cabelo igual..... Burra.

b) Na moda: Estilo pessoal, pra ela, é o que aparece nos anúncios da Elle do mês. Você vê-la de shortinho, camiseta surrada e cabelo preso? JAMAIS! O que indica uma coisa: ela não vai querer ficar desarrumada nem enquanto estiver transando.

c) Sorriso incessante: Ela mora na vila dos Smurfs? Tá fazendo treinamento pra Hebe? Sou antipático com orgulho, só sorrio para quem provoca meu sorriso. Não gostou? Problema seu. Isso se chama autenticidade, meu caro. Coisa que, pra perfeitinha, não existe. Aliás, ela nem sabe o que a palavra significa...... Coitada.

d) Bunda dura: As muito gostosas são muito chatas. Pra manter aquele corpão, comem alface e tomam isotônico (isso quando não enfiam o dedo na garganta pra se livrar das 2 calorias que ingeriram), portanto não vão acompanhá-lo nos pasteizinhos nem na porção de bolinho de arroz do sabadão.
Bebida dá barriga e ela tem H-O-R-R-O-R a qualquer carninha saindo da calça de cintura tão baixa que o cós acaba onde começa a pornografia: nada de tomar um bom vinho com você. Cerveja? Esquece!

Legal mesmo é mulher de verdade !!!! E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa.. Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira. Pode até ser meio mal educada as vezes, mas adora sexo.
Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema). Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade.

E não se esqueça.... Mulher bonita demais e melancia grande, ninguém come sozinho!!!!!!!

terça-feira, março 18, 2008

Bruuuummmm... Bruuuuuuummmmm

Brrrruuuummmmm... bruuummm... França... francesa....

bruuummm... bruuuummm... leão... rei...

bruuummm... bruuuummm... Fabricante... Peugeot...

bruuummm... bruuuummm... céu nublado... cor cinza escuro...

bruuummm... bruuuummm... idade... 5 anos... portas 4...

bruuummm... bruuuummm... céu insolarado... ar condicionado...

bruuummm... bruuuummm... manobras... direção hidraulica...

bruuummm... bruuuummm... potencia... 1.6... 16 valvulas...

bruuummm... bruuuummm... conforto... descanso... merecimento... orgulho...

bruuummm... bruuuummm... é o meu novo 206 !

Vou dar um rolê... falou....

fui... bruuummm... bruuuummm...

sexta-feira, março 07, 2008

Marvin

Titãs - Marvin R. Dunbar / G. N. Johson / Nando Reis / Sérgio Britto

Meu pai não tinha educação
Ainda me lembro, era um grande coração
Ganhava a vida com muito suor
Mas mesmo assim não podia ser pior
Pouco dinheiro pra poder pagar
Todas as contas e despesas do lar

Mas Deus quis vê-lo no chão
Com as mãos levantadas pro céu
Implorando perdão
Chorei, meu pai disse: "Boa sorte",
Com a mão no meu ombro
Em seu leito de morte

E disse
"Marvin, agora é só você enão vai adiantar
Chorar vai me fazer sofrer"

Três dias depois de morrer
Meu pai, eu queria saber
Mas não botava nem um pé na escola
Mamãe lembrava disso a toda hora
Todo dia antes do sol sair
Eu trabalhava sem me distrair

As vezes acho que não vai dar pé
Eu queria fugir, mas onde eu estiver
Eu sei muito bem o que ele quis dizer
Meu pai, eu me lembro, não me deixa esquecer

Ele disse
"Marvin, a vida é pra valer
Eu fiz o meu melhor
E o seu destino eu sei de cor"

E então um dia uma forte chuva veio
E acabou com o trabalho de um ano inteiro
E aos treze anos de idade eu sentia
todo o peso do mundo em minhas costas
Eu queria jogar mas perdi a aposta, e
Trabalhava feito um burro nos campos
Só via carne se roubasse um frango
Meu pai cuidava de toda a família
Sem perceber segui a mesma trilha
Toda noite minha mãe orava
"Deus, era em nome da fome que eu roubava"

Dez anos passaram, cresceram meus irmãos
E os anjos levaram minha mãe pelas mãos
Chorei, meu pai disse: "Boa sorte"
Com a mão no meu ombro
Em seu leito de morte

"Marvin, agora é só você
E não vai adiantar
Chorar vai me fazer sofrer".
"Marvin, a vida é pra valer

Eu fiz o meu melhor
E o seu destino eu sei de cor".
Ocorreu um erro neste gadget