quinta-feira, outubro 30, 2008

O Poeta Está Vivo

Essa é em homenagem a meu mês de outubro:

O Poeta Está Vivo

Barão Vermelho

Composição: Roberto Frejat e Dulce Quental

Baby, compra o jornal
E vem ver o sol
Ele continua a brilhar
Apesar de tanta barbaridade...

Baby escuta o galo cantar
A aurora de nossos tempos
Não é hora de chorar
Amanheceu o pensamento...

O poeta está vivo
Com seus moinhos de vento
A impulsionar
A grande roda da história...

Mas quem tem coragem de ouvir
Amanheceu o pensamento
Que vai mudar o mundo
Com seus moinhos de ventos...

Se você não pode ser forte
Seja pelo menos humana
Quando o papa e seu rebanho chegar
Não tenha pena...

Todo mundo é parecido
Quando sente dor
Mas nu e só ao meio dia
Só quem está pronto pro amor...

O poeta não morreu
Foi ao inferno e voltou
Conheceu os jardins do Éden
E nos contou...

Mas quem tem coragem de ouvir
Amanheceu o pensamento
Que vai mudar o mundo
Com seus moinhos de ventos...(2x)

Ahannn ahannn ahannn!

O poeta não morreu
Foi ao inferno e voltou
Conheceu os jardins do Éden
E nos contou...

Mas quem tem coragem de ouvir
Amanheceu o pensamento
Que vai mudar o mundo
Com seus moinhos de ventos...(2x)

Ahannn ahannn ahannn!



O poeta não morreu... Leandro Marçal


Outubro

Nota sobre outubro.

Eita mês turbulento esse...

Turbulento em casa, complicado na faculdade, um choque para o coração, e uma bomba para as finanças!! Pra ajudar ainda sinto falta do cigarro... e a meu palácio não foi entregue!!

As bebederias foram as piores, no dia em que me convenci a tomar um porre não consegui, bebi, mas não fez efeito... no dia em que era só uma cervejinha, adivinha? Perdi a linha... não deu certo... gorfei...

Não ganhei o sorteio pra ir na corrida, e nem a entrevista com o Bruno Senna...

A PLR atrasou... o dissídio, foi menos que o esperado...
Até a crise estourou de vez em outubro. A corrida que participei choveu, tá feio o negócio né?

Terminará o mês com os bambis encostando no gremio no brasileirão... pelo menos o coringão subiu...

ACABA LOGO OUTUBRO!!!

E que em novembro os ventos possam ser mais calmos, até eu que sou praticamente "de ferro" estou ficando atordoado neste mês!

Venha novembro.. venha...

Ouvi uma frase no metrô proferida por uma senhora para uma menina que estava mal... " - A VIDA TEM MOMENTOS AMARGOS PRA APRENDERMOS A DAR VALOR PARA OS MOMENTOS DOCES!! " - Vovó do Metrô

Abraço,

Leandro Marçal

sexta-feira, outubro 24, 2008

O sucesso da comunicação

Hoje resolvi dar uma viajada...

Viajar no poder da escrita, o que escrevemos perpetua.

A escrita perpetua palavras que não são levadas pelo vento, imagine perpetuar barbáries escrita por nós, seus filhos ou netos lendo, o que escreveu, assim como até hoje lemos machado de assis. Ok.. entendo que comparar um simples mortal, comedor de arroz e feijão como eu e você a machado de assim é um tanto presunçoso, mas por que não?

É comum erros do cotidiano, como o gerundio "vou estar fazendo" (ao inves de farei), e o tal do mim... o mim deve terminar uma frase, Joãozinho pega uma cerveja pra mim? Vamos eliminar o mim do meio... Joãozinho pega uma cerveja pra mim beber? É ruim de ouvir.Vamos as "pessoas" da lingua portuguesa:
Eu, Tu, Ele, nós, vós, ele. Cadê o mim? "Mim" não conjuga verbo, mas eu conjugo verbo. ok?
Outro alerta para auto-correção é o há, - há alguem me ouvindo! "há" tem o sentido de haver, de existir, vejo algumas frases com a utilização de força expressiva: - Ah, ninguém me ouve! como - há, ninguém me ouve!

Sei que ninguém é perfeito e todo mundo erra, ainda mais com o vocabulário que utilizamos o tempo todo. Mas que tal tentarmos evoluir?

Aproveito para postar uma comunicação da revista idéias:

Posicionamento correto em reuniões conta pontos para o profissional- 24/10/2008

"Alguns cuidados ajudam. Quando for questionado, responda de maneira simples, convicta e segura. Quando seus conhecimentos puderem ajudar, peça a palavra sem hesitar", diz Reinaldo Polito.

O professor Reinaldo Polito é mestre em ciências da comunicação, pós-graduado com especialização em Comunicação Social pela Fundação Cásper Líbero, em Administração Financeira pela FGV e em Administração Financeira pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo. Atua há 33 anos no Brasil e em países como Estados Unidos, México e Argentina, proferindo palestras e realizando cursos de oratória para empresas multinacionais. Escreveu 18 livros que venderam mais de um milhão de exemplares e foram publicados e distribuídos em Portugal, na Itália e em todos os países de língua espanhola. Cinco deles entraram para as listas dos mais vendidos do Brasil.

Nessa entrevista exclusiva, fala sobre a relação entre comunicação e ascensão profissional.

- De que forma a comunicação e a técnica de "falar bem" ajuda na ascensão de um profissional? A comunicação pode ser vista como causa e conseqüência. Quem se expressa bem, com desenvoltura, desembaraço e eficiência é visto como competente e mais bem-preparado. Por isso, normalmente, amplia suas chances de ascensão profissional. A medida que conquista posições profissionais mais elevadas, mais dependerá da boa comunicação, pois será mais exigido para falar em reuniões, processos de negociação, apresentação de projetos.

- Quais são os erros mais freqüentes que acabam prejudicando esse sucesso? O maior de todos os defeitos é não saber exatamente o objetivo da apresentação. É preciso ter em mente onde pretende chegar com a exposição – solucionar um problema, motivar um grupo, entreter, informar. Outro ponto fundamental é saber organizar a seqüência da fala – como iniciar, preparar, desenvolver e concluir. Conquistar os ouvintes no início. Orientar sobre o que vai dizer. Desenvolver o tema usando argumentos como estatísticas, pesquisas e exemplos. Afastar possíveis resistências. E concluir pedindo para que os ouvintes reflitam ou ajam de acordo com a proposta. Os aspectos estéticos também precisam ser considerados. Usar o volume de voz de acordo com o ambiente. Alternar a velocidade da fala e o volume da voz. Pronunciar bem as palavras. Usar um vocabulário adequado à platéia, evitando termos vulgares ou excessivamente técnicos, fora da compreensão dos ouvintes. Gesticular de forma moderada, sem exagero. Olhar para todas as pessoas.

- Em um de seus artigos, o Prof. menciona que falar bem é demonstrar competência. Poderia dar algumas dicas para os profissionais aprimorarem essa técnica? Alguém que apresenta com demonstrações de desconforto ou hesitação não será visto como competente. Por exemplo, falando com as mãos no bolso o tempo todo, com os braços nas costas, apoiado ora sobre uma perna, ora sobre outra, com voz muito baixa ou alta, olhando para o chão, truncando as frases, sem concluir o raciocínio. Por outro lado, aquele que se apresenta de maneira arejada, solto, confiante, simpático, demonstra segurança, conhecimento e preparo profissional.

- Na sua opinião, qual é a relação existente entre falar bem e ser um bom líder? A comunicação está intimamente ligada à capacidade de liderança. O bom líder precisa persuadir, motivar, estimular. E esses objetivos são conquistados sempre com a ajuda da boa comunicação.

- Em um de seus trabalhos, o Prof. menciona que o posicionamento correto em reuniões conta pontos para o profissional. O que é preciso evitar e o que é necessário demonstrar? Alguns cuidados simples ajudam a participar bem das reuniões:
- Quando for questionado, responda de maneira simples, convicta e segura;
- Fale com voz pausada e audível;
- Quando seus conhecimentos e experiência puderem ajudar, peça a palavra sem hesitar;
- Não responda a perguntas dirigidas a outros participantes, salvo quando não forem respondidas, e tenha certeza de estar colaborando com sua intervenção;
- Converse apenas sobre o tema abordado, mesmo assim evite os diálogos paralelos;
- Ao falar, olhe para todos os participantes. Quando ouvir, olhe para quem fala;
- Não crie antipatias ridicularizando os colegas ou usando ironias desnecessárias;
- Se precisar refutar, cuidado para não magoar os grupos participantes. Use diplomacia, entendendo o ponto de vista contrário.

- De que forma a boa comunicação ajuda na fidelização de clientes? Ter boa comunicação é acima de tudo saber ouvir e compreender as necessidades e aspirações das pessoas, que é a base para a fidelização de um cliente.

- Para finalizar, os interessados em contatá-lo devem fazê-lo de que forma? Há algum canal aberto para os que desejam tirar dúvidas? Nosso site não exige senha, nem tem objetivo de vender produtos. São mais de 400 textos disponíveis sobre comunicação

Espero ter contribuído para seu sucesso!

Leandro Marçal

quinta-feira, outubro 16, 2008

Os 9km da Aricanduva



Foi assim...



Na última corrida (a da paz), perguntei pro Paulo quando seria a próxima e ele me falou que seria dos 9km do Aricanduva.

No embalo da corrida já fiz a inscrição. Quase na véspera da corrida o Paulo me escreveu e pra minha surpresa não iria a corrida...

No dia anterior foi uma confusão e não consegui retirar o kit (chip, camiseta, etc) normalmente distribuido no dia que antecede a corrida.
E olha que véspera de dia das crianças em shopping é duro, longe de casa e na zona leste piorou... mas enfim...

A saída seria retirar na hora.
Cheguei atrasado e tive que retirar o kit, o Nino não foi, fiquei sozinho nessa... tive que deixar minhas coisas no guarda volumes e ir correr.

Iniciou uma descidinha pequena e larguei... soltei a perna na avenida e mandei bem até o km 4 quando começou a cair água do céu, comecei a ficar com frio e com medo de escorregar, mas continuei firme e com frio. No km 6 estava já sem fôlego, estou há algum tempo sem treinar, e estava faltando perna, mas já tinha percorrido 2/3 da corrida e decidi não amarelar.

Quando cheguei ao km 8, me deparei com a Ladeira do shopping, ladeira mesmo, muito ingrime... lembrei das dicas do Mário (corredor experiente do banco) puxei os cutuvelos pra trás e subi metade... depois não deu, não tinha perna, nem pulmão, e a lingua estava lá embaixo no km 7 ainda... rsrs..

Segui andando até o topo do morro e soltei a perna só no finalzinho quando acabou a subida.
A camiseta e o boné são muito legais, mas passei frio nessa corrida e fiquei decepcionado comigo por ter caminhado.

Fiz os 9 km em 53:30, foi um tempo ótimo que espero melhorar, ao menos terminar a próxima sem caminhar né... porque isso é feio..rs...


Entreguei o Chip peguei a medalha e corri pro carro, trocar de roupa e me esconder da chuva..rs..
Qual será a próxima hein? Fila Night Run dia 08/11? Viva melhor dia 09/11? ou será que ficarei somente com a Ayrton Senna Racing Day dia 16/11 em interlagos?

Alguém topa correr aí?

Pode deixar, escreverei a respeito!

Abraços



Leandro Marçal

terça-feira, outubro 14, 2008

Caique




Como muitos sabem, em casa não temos crianças...Não tinhamos, porque hoje tenho o privilégio de ser o padrinho deste bebezinho aí!!

O Caique nasceu dia 20/07/2008, e não sou de achar homem bonito não, mas esse aí é o cara.. rsrs..

A Suzana e o Tom são um casal incrível e merecem toda felicidade do mundo, tenho um carinho incrível por elesfiquei boquiaberto no dia em que fui convidado para ser o padrinho do filhote deles.

É um privilégio muito grande pra mim, sou louco, absolutamentemaluco por crianças e vou apoiar este menino por toda a vida.

Já que não tenho filhos, vou aproveitar o afilhado né? Afinal quem aguenta essa carinha??

clique na foto para ampliar

Abraços,


Leandro Marçal
Ocorreu um erro neste gadget