quinta-feira, novembro 06, 2008

Ser feliz é uma escolha

Somente hoje resolvi dizer a novembro seja bem vindo...

O dia está comum, porém decidi encarar diferente antes que exploda.

Na terça fiz a prova AM - Avaliação Multidiciplinar, é uma prova animal da FIAP (onde estudo), e saí da prova comemorando...

Ontem ao chegar na sala atrasado(peguei um transito absurdo) para a aula do Nivaldo, ouvia os burburinhos que tinha saído a nota, corri pra pedir o mini notebook do Guilherme emprestado... e ouvi os colegas comentando, tirei 6... o outro 7... fui tranquilo - não após atrapalhar o professor umas 3 vezes - e quase caí duro.. 3,7.. aff.. uma das piores notas da minha vida.
Passei um tempo para me recuperar do susto, fiz contas, planilhas... vi que precisarei de um milagre e muito estudo para recuperar o tombo.
Hoje pela manhã, não sem antes choramingar bastante... me recuperei. Resolvi que se encarar xingando ou sorrindo a nota será a mesma e estou dando um olá para novembro, venha e me deixe ser feliz!!

Foi um dia comum, acordei atrasado e saí correndo para buscar as meninas (dou carona para Erica e a Sabrina), como estavamos atrasados voei até a barra funda e perdi o fretado ao estacionar o carro, a Erica entrou, eu perdi... dalí percebi que o dia seria um problema como cena comum do mês passado.
Dei tchau pra Sabrina e subi para encarar o trem, parei na farmácia pra comprar um Ades e um Rexona que o meu estava pra vencer, acho que na correria do atraso esqueci de passar.
Dei uma olhada na banca de jornal, vi as fotos dos americanos comemorando a eleição de Obama... parei em frente a livraria e observei por alguns instantes o movimento das pessoas, apressadas... quanta energia, quanta vida... tentei sem sucesso tirar a cabeça da prova e me repreendi por estar me sentindo uma mosca atolada na m...

Estava em um dia bem Lippi e Hardy... ó céus, ó azar, ó vida...rs..
Pumba!! Caramba... estou na livraria!! Vi uma capa, de um livro, "Ser feliz é uma escolha", um romance de Sofia Belloto... pensei com meu umbigo, o título parece ser de auto-ajuda e não estou muito afim, mas um romance parece ter uma histinha boba, ótima pra me tirar a cabeça da prova. Olhei o preço, 19,90. Entrei na livraria e paguei deixando os 0,10 de troco porque o rapaz ia abrir o caixa... etc... saí feliz, já tinha escolhido ser feliz..
Lembrei que não tinha crédito no bilhete e as filas na barra funda são sempre gigantes, mas estava muito pequena naquele momento... puxa... já estava indo bem na minha decisão!!

Entrei na fila e carreguei o bilhete, vamos ao tremzão, desempacotei o livro, entrei em um vagão e logo sentei (o que é muito bom se tratando de um trem em SP). 3X0 pro dia feliz. Vi um rapaz simples conversando com uma moça de voz doce... mas não reparei e foquei no livro, até o momento em que eles falavam de casas e como é complicado morar em SP... comecei a viajar no meu palácio lá em cotia, estava viajando na conversa alheia, louco isso... fiquei com vontade de entrar no papo, mas me repeendi... nem de trem costumo andar e orelhar a conversa de alguém já é feio, quanto mais entrar no assunto... minha timidez me venceu e me repeendi.
Ao subir as escadas vi os dois entrando no trem e fui logo atrás "espremendo" a coitada da moça que reparei ser bonita e ter os cabelos vermelhos... me desculpei pelo mal jeito, além da voz doce ela tinha um olhar doce... que me deu coragem pra entrar no papo, e comentei - está pensando em ficar fora deste ambiente urbano? Ela devolveu: - estou sim, resolvi experimentar o trem hoje... e o papo foi, comigo falando da casa em cotia. Percebi que o rapaz não era seu colega de trabalho... ele disse foi um prazer e desceu nos permitindo mais alguns minutos de boa conversa, ela falou do marido, da profissão... e contamos alguns casos engraçados.

Quando ela desceu, pensei nossa... estou bem humorado no meio do trem lotado. (4X0 pro dia feliz)... santo livro!! E nem tinha chegado na página 10 ainda...rs...
Um senhor me pediu informação da estação socorro, logo pra mim que ando pouco de trem, mas o ajudei! Na saída uma moça perguntou do metrô que se integra na estação santo amaro... pensei comigo!! Caramba... parece que quando agente está bem, atrai a atenção de outras pessoas!!! (5X0 pro dia feliz).
Parei comprei um pão de queijo (20 pães por 2 reais) salim adora este pãozinho de queijo baratinho e gostosinho... desci feliz a rampa do trem as 9:05... (entro as 9 no banco). Encontrei a Nina, uma moça da sala gol... e vim com mais alguns agradáveis minutos de papo... a Nina até ensaiou um mal humor, mas estava decididamente feliz... e vim saboreando o pãozinho de queijo... (6X0)

Ao entrar no banco, as piadinhas infâmes sobre o atraso e reuniões... a galera me esperou pra almoçar e fiquei me sentindo privilegiado pelo grupo de colegas que tenho... e fiquei feliz...

Decidi escrever sobre este dia, o caminho que deu certo porque deu errado... e dizer SEJA BEM VINDO NOVEMBRO!!

Ser feliz é uma escolha!!

Leandro Marçal


3 comentários:

juaquino disse...

adorei...
vc já sabe ser feliz e ainda falta bastante até acabar o dia.
beijos,
Moça do cabelo vermelho

Sonia Belloto disse...

Oi Leandro. O nome da autora do livro "Ser feliz é uma escolha" é Sonia Belloto e não Sofia rs...
E por acaso sou eu mesma! Aliás, Sofia é a irmã de Ane, a protagonista da história.
Primeiramente, muito obrigada por escolher este livro e por escolher ser feliz. Depois eu gostaria de saber o que você achou da história de Ane.
Beijinho carinhoso. Seja muito feliz!
Sonia Belloto

juliana disse...

Não vou dizer oque mais este dia vai render pra não ser muito profética! ahaha
adorei

Ocorreu um erro neste gadget