segunda-feira, dezembro 22, 2008

Festa

Atenção, Atenção...

Essa é para quem foi ficar lembrando e pra quem não foi sentir arrependimento!!!

Foi show!! 13/12/2008 no palácio Marçal - Comemoração dos meus 26 aninhos + inauguração do Palácio!! Obrigado a todos que ajudaram a preparar esta bagunça e a todos que participaram dela!!


Aniversário + Inauguração da Casa

O Fabio da guarita do prédio falou dia seguinte: - Muitos amigos hein "seu" Leandro... hahaha... boa frase... graças a Deus! Foi um sucesso não foi??

Ainda estou terminando de fazer o "upload" das fotos, portanto se não achou alguma, calma, entre daqui alguns dias que você acha! (internet discada é dose... )

Abraço,

Leandro Marçal

Frase para Reflexão

“A corrida para a excelência não tem linha de chegada”. (David Rye, escritor norte-americano)


sexta-feira, dezembro 19, 2008

Lenda da minha infância III

Aproveitando a época de Natal, vou postar uma lenda de Natal...rsrs.

Lenda da minha infância III:

Há muito tempo atrás quando telefonia pertencia a uma empresa estatal e era muito caro, na minha rua eramos uns dos poucos a ter telefone e em uma época de natal (não lembro o ano) o telefone tocava e sempre era pra um vizinho, e meus irmãos sempre atendiam e avisavam minha mãe que era pra alguém e ela, tinha que parar o que estava fazendo pra ir chamar o vizinho.
Certo dia Dna Maura anunciou, - Quem atender o telefone, é responsável por chamar a pessoa a quem se quer falar...

Passados alguns dias e ninguém queria atender o telefone, que morria de tocar... como os sábios irmãos Marçal fizeram para resolver o problema? Lê... atende o telefone filho pode ser o Papai Noel...

E o pentelho aqui claro, não saia pra chamar vizinho, quem saia era a Dna Maura que ficava com dó do filhinho (acreditem um dia fui pequeno..rs)
Pronto! Resolvido... o telefone tocava e lá estava eu voando pra atender.
Passaram algumas semanas e... nada do papai noel ligar.

Velho chato né? Ligava a familia da vizinhança inteira, mas o papai noel não, tá louco...
Chegou a véspera de Natal e o Leandrinho não queria mais atender o telefone, cabisbaixo que o papai noel não ligara.

A saída que arrumaram foi comprarem um "carreira de fichas" e mandar meu pai pro orelhão... lá se foi "seu Custódio"...

O telefone toca... toca... e nada de eu me animar pra atender, ficou minha irmã e minha mãe na sala, atende... deve ser o papai noel, Leandrinho... nada.. ele não vai me ligar... atende que é ele... fui eu e pronto atendi.

Dizem que por algum tempo se ouviu: - "fazo".. "não fazo".. - "tá bom papai noel"... - "vou papar tudo papai noel"... e a cabecinha balançando.

Quando desliguei o telefone, correram novamente pra sala, e aí quem era??
Resposta aos 4 anos!!
- Era o meu pai, fingindo que era o papai noel... hahahahaha...

Dali 10 min chega ele, todo feliz que tinha me enganado... e quem foi enganado foi ele... hahahahaha...

quarta-feira, dezembro 03, 2008

Estorinha do Peixe

Em minhas loucuras às vezes me imagino um ser desconhecido, destes que você olha na rua e não sabe o nome nem de onde veio... e fica pensando qual seria a história de vida daquele ser que compartilha comigo o mesmo logradouro.

Em momentos também olho os objetos, e me pego pensando quantas pessoas utilizaram-no e qual foi o benefício que trouxe sua utilidade. Qual seria portanto seu fim quando esta utilidade acabasse ou se tornasse obsoleto a tal ponto que não valesse mais a pena utilizá-lo.

Que tal os animais? Com aqueles olhares cativantes, ações carinhosas em troca de afagos ou comida.
O que pensam? Será que imaginam nossos “donos”, será que tem imaginação? E sonhar? Será que eles sonham? Enxergam colorido ou Preto-e-branco? Já ouvi dizer que conseguem ver fantasmas e até nossa alma.
Que sentem cheiro de nossos medos e chateação...

Pensar nas plantas e nos outros seres vivos... uma amiga tem um relato de planta que era apaixonada por um peixe, e ela conta isso de forma tão convincente que um dia acabará por convencer.
Será que as plantas sentem dor? Calor? Frio? Será que pensam (ou se apaixonam??)
Será que os peixinhos dormem? O que será que os peixes pensam? Será que eles pensam?

Vou de peixe hoje...
Supondo então que pensam quando vêem um humano lá em baixo mergulhando acho que pensariam... sabia que eles existiam... chamem a mamãe, o papai, todos que puderem, eu vi... não estou louco... chamem os jornais a TV, atenção todas as espécies, você ainda vão dizer que é montagem minha, mas presenciei... eles chegaram... vão nos dominar... alôôô pessoal dos sete mares venham ver...

Os seres que vivem lá em cima naquele planeta onde se matam por terem cores diferentes, falarem outra língua, ou por um mal que chamam de dinheiro, eles que se julgam “superiores” e destroem aquilo que os mantêm vivos...
O peixe-companheiro diria, “nunca antes na história desta corrente marítima” foi visto um destes, acho que a crise atravessou o Atlântico né? Estão vindo pra cá é porque acabaram com tudo lá em cima...

Olha lá... o ET-humano está se mexendo... ele solta bolhas!! (...)enquanto ficava maravilhado pensando naquele bicho estranho e curioso no meu planeta(...)
- ai ai... GLUP... iihh... ficou escuro aqui, acho que fui devorado por um peixe de outra espécie, virei comida... é... como diria um cantor que não lembro o nome agora “aqui em baixo as leis são diferentes”, bobeou já era...

Aqui não tem rico, não tem pobre, não há lucros ou poupança, consumimos somente o que temos e a violência se resume a não sermos comidos, ou chegar logo no plâncton flutuante antes que outro peixe mais rápido leve ele embora...
Matar?Somente nossa comida... e isso já é muito...

Quem são os seres inteligentes? É... acho que os peixes pensam.

Ah, se você leitor não lembrou o nome do cantor, é biquíni cavadão, na letra da música Zé Ninguém.

terça-feira, dezembro 02, 2008

Declare Guerra!! - Protesto contra a propaganda




(clique na imagem para ampliar)

Pois é...

Não acredite em tudo que vê na TV ou que lê por aí, NÃO ACREDITE em tudo que dizem que faz bem, ou faz mal...

Esse anuncio aí (encontrado no mom´s basement), com um artista famosa que até viveu em terras tupiniquins (http://pt.wikipedia.org/wiki/Janet_Gaynor), dizia que o cigarro protegia a garganta com uma fumaça light... é mole? Antigamente o cigarro fazia bem... (assinado pela "madonna" da época)... e ninguém desmentia não... tinha anuncios até de dentistas (pasmem dentistas!!!) falando bem do cigarro!!

Lendo essas coisas fico a pensar como somos ingênuos em acreditar nas propagandas, nos anuncios criativos de marqueteiros milionários!! ok... a propaganda da "experimenta.. experimenta.. experimenta" foi legal!! Entre tantas outras...

Por causa de propagandas como essa que esta "praga" está irradicada na cultura, disseminada, destruindo pulmões e vidas saudáveis, as nossas, de amigos e parentes.

Me revoltou ouvir minha amiga contando sobre o avô que está mal por causa do cigarro - efizema pumonar -, um senhor bacana que tive o prazer de conhecer...
Em casa não temos cachorro, mas se tivessemos ele fumaria, todo mundo fuma em casa, meus dois irmãos fumam, eu luto contra essa vontade, essa porcaria todos os dias, já fiquei sem fumar durante anos, mas nunca sem ter vontade!! (atualmente estou segurando a onda novamente)

Tudo isso por causa da popularização, culpa dos marqueteiros, os mesmos que elegeram o barbudo que vive do outro lado do atlântico onde a crise não chega!!

Mas isso é assunto para outro post... enfim a vida é assim mesmo, atenção com as propagandas no final de ano... o papai noel não mora no center-norte, se você usar axe as mulheres não sairão te agarrando (eu já experimentei..rs), tampouco se usar close-up irão sair te beijando!!

E o CIGARRO NÃO PROTEJE A GARGANTA!!!



...Chega de passar a mão na cabeça de quem te sacaneia!! (...) - Declare Guerra!! (letra abaixo)






Declare Guerra - Barão Vermelho

Vivendo em tempo fechado
Correndo atrás de abrigo
Exposto a tanto ataque
Você ta perdido

Nem parece o mesmo
Tá ficando pirado
Onde você encosta dá curto
Você passa, o mundo desaba

E pra te danar
Nada mais dá certo
E pra piorar
Os falsos amigos chegam
E pra te arrasar
Quem te governa não presta

Declare guerra aos que fingem te amar
A vida anda ruim na aldeia
Chega de passar a mão na cabeça
De quem te sacaneia

Vivendo em tempo fechado
Correndo atrás de abrigo
Exposto a tanto ataque
Você ta perdido

E pra se ajudar
Você faz promessas
E pra piorar
Até o papa te esquece
E pra te arrasar
Nem o inferno te aceita

...Chega de passar a mão na cabeça de quem te sacaneia!!



Ocorreu um erro neste gadget