terça-feira, setembro 29, 2009

Frase

Contribuição da Déia:
 
Enquanto os vencedores comemoram, os perdedores se justificam. (Roberto Shinyashiki)

--

Leandro Marçal - Zidane
http://leandromarcal.blogspot.com
 

segunda-feira, setembro 28, 2009

Pratique o desapego!!!

Thanks a Carol Peraça pela contribuição!

Não é muito minha cara não, mas gostei do texto apesar de não admirar a vida dele, somente sua obra, e achar algumas coisas interessantes:

a)Morou no n.º 104 da Rua de São Marçal
b)Perdeu o pai cedo
c)Era um bêbado (morreu de cirrose)
d)Largou a faculdade no primeiro ano
e)Era sentimentalista e racionalizava isso
f)Gostava de escrever!



Pratique o desapego!

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos.

Não importa o nome que damos o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora.
Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará.

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.

Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira!

Fernando Pessoa.

Leandro Marçal - Zidane
http://leandromarcal.blogspot.com

sexta-feira, setembro 18, 2009

Mensagem do futuro: Jow!

São 23:45 acabo de chegar em casa, estressado de uma prova na faculdade.

Ligo meu projetor de imagens tocáveis 3d que carinhosamente apelido de Jow(Jowtromundo)... rs

Peço a ele um player pra boxe e saio socando o cara, tomo umas porradas e sinto até alguma dor, fico mais tranquilo.
Abro uma garrafa de Jack do século passado e deixo dois gêlos de côco derrentendo enquanto tomo uma ducha rápida, volto meu trago está do jeito que gosto e me delicio...
Penso em não ligar o Jow... tô viciado nele, não consigo chegar em casa e fazer qualquer coisa que não seja comer ou tomar banho longe, até dormir ando dormindo na sala onde instalei-o.
Não aguento, faço um pedido ao Jow sobre um programa de massagem com uma bela garota, depois da atividade de luta vai me fazer bem... ela faz o tipo casual com uma mente executiva, instalada, um papo bom e em algum tempo me faz companhia e me relaxa.. uma massagem gostosa e sua voz feminina e em 30 minutos sou outra pessoa... durmo no sofá.

Outro dia...

Cheguei em casa afim de balada, peço ao Jow uma tecnera com algumas garotas, coloco o som bacana e peço aumentar os níveis médio e grave pra ficar com a batida no esquema...
Após 2 horas dançando com 3 hologramas lindas, peço ao Jow algo mais 'caliente', meu Deus, como podemos viver tanto tempo sem isso?? passo a noite inteira acordado, acordo pela manha com o despertador, e saio pra trabalhar correndo...

Mais um dia...

Hoje cheguei afim de trocar idéia com um brother, pedi ao Jow que fizesse uma conexão com o Jow de um brother em outro estado. Ele se conectou e pude sentir o abraço carinhoso do meu amigão que está há kilômetros de distância. Puxei a orelha do safado que tem uma esposa nota 10 e fica com inveja de mim que sou solteiro e passo minhas noites quentes com hologramas do Jow...

É um cenário um tanto futurístico né? Interagirmos com hologramas, tocá-los? Sentí-los?

Assistam o vídeo abaixo, perfeitamente possível em pouco tempo!




Saiu na info:
http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/cientistas-criam-imagens-em-3d-tocaveis-17092009-11.shl

Mas achei o vídeo muito show!http://www.indicapreco.com/noticia.php?id=1242


Abração,

Leandro Marçal - Zidane
http://leandromarcal.blogspot.com/

quinta-feira, setembro 03, 2009

Os 21 KM - Meia maratona


Parece uma propaganda:
Viagem pra praia: 40 reais

Incrição na corrida: 60 reais
Porção de peixe frito: 15 reais

Cerveja gelada: 10 reais
Camisa do Timão: 154 reais
Despertador escondido: 200 reais


Conseguir completar os 21km da tribuna de ressaca, querendo ir ao banheiro, com sono, de camisa preta num sol de 40 graus... não tem preço!! huahauhauha

Os meteorologistas que fizeram previsão do tempo precisam aprender a diferença de nublado e ensolarado...rsrs

Corrida da tribuna (meia maratona) a maior e mais desafiadora no pior cenário possível: Descrição por km:
01 a 12: Inteiro.. Sobrando
12 a 14: cansando dimimuindo o ritmo

14 a 17: entre caminhada rápida e trote

17 a 18: pedindo água
18 a 20: caminhando

20 a 21: superação

TEMPO: 2:24:31 (duas horas vinte e quatro minutos e 31 segundos correndo em baixo do sol)

Jamais esquecerei deste dia, quem acompanhou sabe o tamanho do desafio.


Obrigado pelo incentivo, ele foi fundamental para que este momento fosse possível.


--
Leandro Marçal - Zidane
http://leandromarcal.blogspot.com

terça-feira, setembro 01, 2009

5w2h e os cinco macacos

Sempre fui boca aberta e sem noção, aprendi a questionar.

Acho que sempre fui incentivado e tive a sorte de trabalhar em uma empresa que incentivava o 5W2H, que até hoje me serve de base para tomada de decisão em muitas de minhas ações.

Quando me vejo em uma situação incômoda, e preciso de uma estratégia administrativa boa, recorro a estas palavrinhas que quase sempre me servem como um pontapé na direção certa.

What – O que será feito
Why – Por que será feito
Where – Onde será feito
When – Quando será feito
Who – Por quem será feito
How – Como será feito
How much – Quanto custará fazer

Recentemente questionei a forma como trabalhava um amigo, e ele ficou um pouco p.. mas depois de pensar um pouco me agradeceu. Por vezes sou questionado e criticado, e desta forma aprendo um pouco e enxergo como as opiniões são distintas. Só não muda de idéia quem não tenta, quem não pensa, e quem não questiona.

Esta metáfora foi retirada de: http://www.tadashi.com.br/metaforas.asp?cod=10

Os cinco macacos

Um grupo de cientistas colocou cinco macacos em uma jaula. No meio da jaula, uma escada, e, sobre ela, um cacho de bananas. Quando um macaco subia na escada para pegar as bananas, um jato de água fria era acionado em cima dos que estavam no chão.

Depois de um certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros pegavam-no e enchiam-no de pancada. Com mais algum tempo, mais nenhum macaco subia a escada, apesar da tentação das bananas.

Então, os cientistas substituíram um dos macacos por um novo. A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo retirado pelos outros, que o surraram. Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo já não mais subia a escada.

Um segundo macaco, veterano, foi substituído, e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto participado, com entusiasmo, na surra ao novato. Um terceiro foi trocado e o mesmo ocorreu. Um quarto e, afinal, o último dos veteranos, foram substituídos.

Os cientistas, então, ficaram com um grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam batendo naquele que tentasse pegar as bananas. Se possível fosse perguntar a algum deles por que batiam em quem tentasse subir a escada, com certeza a resposta seria:

"Não sei... Mas as coisas sempre foram assim por aqui..."

Eu prefiro seeeerrr.. esta metamorfose ambulante!! Do que ter aquela opinião formada sobre tuuuudooo, sobre o que é o amooorrr, sobre o que nem eu sei quem souuu...

Leandro Marçal - Zidane
Ocorreu um erro neste gadget